Início Acidentes e Incidentes Em grave incidente, avião A321 fica de lado em voo ao passar...

Em grave incidente, avião A321 fica de lado em voo ao passar por gelo e turbulência

Um Airbus A321neo envolveu-se em um incidente bastante grave na última quinta-feira, 2 de dezembro, no qual os pilotos tiveram dificuldade em manter a correta atitude da aeronave ao passarem por área incidência de gelo e turbulência.

A aeronave envolvida foi o Airbus A321neo registrado sob a matrícula VQ-BGU, operado pela companhia aérea russa S7 Sibir Airlines e realizando o voo S7-5220 de Magadan para Novosibirsk, ambas na Rússia.

O Airbus A321neo VQ-BGU – Imagem: Anna Zvereva / CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

Inicialmente, as informações preliminares do The Aviation Herald indicavam que o avião partiu da pista 10 de Magadan com 192 passageiros e 7 tripulantes, porém, logo depois os pilotos declararam “Mayday” (aviso de emergência na frequência de comunicação) por ocorrência de velocidade não confiável e problemas com o “autopilot” (piloto automático) e o “autothrust” (controle automático de potência).

Houve tentativa de retornar a Magadan, mas os pilotos tiveram dificuldade devido à forte incidência de condições de congelamento. A tripulação então decidiu desviar para Irkutsk, também na Rússia, onde a aeronave pousou com segurança cerca de 4,5 horas após a partida.

Dados do voo do incidente – Imagem: FlightRadar24

Por fim, neste sábado, 4 de dezembro de 2021, a agência russa de investigação Rosaviatsia apresentou mais detalhes sobre a grave ocorrência.

O relatório informa que, após a decolagem, a aeronave voou por nuvens em uma zona de forte turbulência acompanhada por forte formação de gelo. Como resultado, a aeronave ficou em uma condição de difícil orientação espacial.

De acordo com os dados do Gravador de Dados de Voo (FDR) do A321neo, os ângulos de rolagem (posição da asa) variaram entre 49,8 graus e -91,1 graus (o que indica que a aeronave ficou de lado, com as asas na vertical ou invés da horizontal) e os ângulos de inclinação do nariz variaram de 43,8 a -23,9 graus.

Em meio às tentativas de retorno ao aeroporto de origem, os pilotos conseguiram resolver a situação e optaram por desviar para um aeroporto alternativo em melhores condições meteorológicas.

Apesar da grande desorientação espacial durante o incidente, a Rosaviatsia reporta que nenhum ferimento ocorreu com os ocupantes da aeronave.

O A321neo permanecia em solo em Irkutsk até a publicação desta matéria, mais de três dias desde o pouso.

https://aeroin.net/confirmado-que-o-a321neo-entrou-em-estol-no-grave-incidente-de-voo-na-russia/

https://aeroin.net/cabos-de-controle-invertidos-e190-air-astana/

Sair da versão mobile