Início Aviação Militar

Embaixada russa no Brasil reclama dos EUA enviarem helicópteros para Ucrânia

O envio de ajudar militar dos EUA para a Ucrânia tem causado protestos até na Embaixada da Rússia no Brasil, que agora cita, inclusive, helicópteros do Afeganistão.

© US Army

Desde que a Rússia invadiu a Ucrânia, em fevereiro, o envio de armas dos EUA e do restante da OTAN, e até de países que não são membros, para os ucranianos, tem sido constante. Os últimos envios, inclusive, utilizaram aviões An-124 da própria Antonov, que segue operando fora do seu país-natal em operações especiais de fretamento.

No entanto, o envio de helicópteros Mil Mi-17, versão modernizada e de exportação do clássico Mi-8 de fabricação russa, foi um motivo especial de protesto dos representantes da Rússia no Brasil.

As aeronaves Mi-17 foram entregues em 2010, em uma encomenda feita diretamente da Rússia a pedido da ISAF (Força Internacional de Apoio à Segurança liderada pela OTAN). Os helicópteros serviriam como parte da nova Força Aérea do Afeganistão, treinada e preparada pelos EUA.

Antonov An-124 descarrega Mi-17 em Cabul – U.S. Air Force photo by Capt. Rob Leese

No total, foram 11 unidades Mi-17 entregues da Rússia para o Afeganistão, também levadas, à época, por aeronaves Antonov An-124 da companhia aérea cargueira Maximus Air Cargo dos Emirados Árabes.

Segundo o contrato fechado entre os EUA e a Rosoboronexport, os helicópteros russos têm controle de reexportação/venda, não sendo permitido saírem do Afeganistão sem que a Rússia concorde, algo bem comum no mercado de armamentos.

Com a retomada do poder pelo Talibã no Afeganistão, em agosto do ano passado, os EUA conseguiram evacuar alguns helicópteros Mi-17, e agora estas aeronaves, que levam até 24 soldados, estão na Ucrânia, para reforçar as forças locais. Esse movimento gerou reações.

Segundo a Embaixada da Rússia no Brasil publicou em seu Twitter oficial (e foi a única embaixada russa a protestar sobre esse assunto até o momento), a transferência para a Ucrânia é ilegal e “viola grosseiramente os princípios básicos do direito internacional e as disposições dos documentos contratuais russo-americanos.”

“O Serviço Federal de Cooperação Técnico-Militar da Rússia exprime o protesto contra qualquer transferência ilegal das armas e do equipamento militar de origem russa (soviética) para a Ucrânia ou outros países, incluindo os helicópteros fornecidos pela SA “Rosoboronexport”, diz a Embaixada.

Não foi confirmado até o momento quantos helicópteros russos os EUA vão fornecer para a Ucrânia.

Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A
Sair da versão mobile