Início Mercado

Embarque biométrico em Congonhas e S. Dumont será ampliado após testes

Imagem: Serpro

A Infraero informou ao Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), por meio de ofício, que a fase de testes com tripulantes para o programa Embarque + Seguro, do governo federal, nos aeroportos de Congonhas e Santos Dumont, será concluída no próximo domingo (16). O sistema permite acesso às áreas restritas de segurança com uso de reconhecimento facial biométrico.

De acordo com o documento da Infraero, já estão sendo tomadas as providências administrativas para a implantação do sistema nos dois aeroportos — o edital de licitação para compra dos dispositivos biométricos deve ser publicado ainda em janeiro.

A Infraero agradeceu aos aeronautas pelo apoio na fase de testes e afirmou que “com o engajamento de todos, foi possível avaliar o sistema, corrigir falhas, realizar ajustes e gerar dados e informações que serão úteis na próxima fase do projeto”.

O projeto

Desenvolvido pelo MInfra em parceria com o Serpro e com a Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, o projeto já foi aplicado até aqui nos aeroportos de Florianópolis (SC)Salvador (BA)Belo Horizonte (Confins), e, mais recentemente, na ponte aérea entre Santos Dumont (RJ) e Congonhas (SP).

COMO FUNCIONA – No momento do check-in no aeroporto, o passageiro é convidado a participar do projeto Embarque + Seguro 100% Digital. Após concordar, a pessoa recebe uma mensagem, no celular informado por ela, solicitando autorização para a obtenção de seus dados, incluindo CPF e uma foto.

Com o consentimento, o atendente da companhia aérea, usando o aplicativo desenvolvido pelo Serpro, realiza a validação biométrica do cidadão, comparando os dados e a foto, tirada na hora, com as bases governamentais.

A partir da validação, o passageiro fica liberado para ingressar na sala de embarque e na aeronave passando pelos pontos de controle biométricos, que fazem a identificação por meio de câmeras, sem a necessidade de o usuário apresentar documento e cartão de embarque.

Com informações do SNA e da Agência Brasil

Sair da versão mobile