Emirates tira o Airbus A380 da rota e Guarulhos fica sem voos do maior avião do mundo

A Emirates alterou a aeronave utilizada na rota para São Paulo (Guarulhos) nesta quinta-feira (4), trocando o maior avião de passageiros do mundo, o Airbus A380, pelo Boeing 777-300ER. Apesar de serem dois gigantes, em termos de capacidade a redução é significativa, pois, enquanto o A380 pode levar 516 passageiros, o Boeing 777 leva 356, ou 31% menos.

A alteração, que a princípio deve perdurar até o dia 29 de outubro, estaria relacionada à baixa temporada e à queda na demanda. A despeito de anos anteriores, mais aquecidos, em que o A380 voou ao Brasil durante todo os meses, desta vez a empresa não vê a mesma procura por passagens e, portanto, opta por diminuir a oferta.

Durante um bom período da pandemia, quando a demanda por voos internacionais atingiu baixas históricas, a empresa árabe chegou até a suspender a rota ao Brasil, retomando-a posteriormente com o Boeing 777. O Airbus A380 ficou sem voar no trecho entre março de 2020 e outubro de 2021.

A volta da gigante aeronave no final do ano, embora confirmada para outubro, estará naturalmente condicionada ao contexto do mercado na época.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Em julho, Azul seguiu com tráfego bastante acima dos níveis pré-Covid...

0
A Azul Linhas Aéreas apresentou nesta segunda-feira, dia 8 de agosto, os dados de demanda, oferta e taxa de ocupação de suas operações.