Início Aeroportos

Entidades se movimentam para criar Comitê de Gestão e Prevenção à Crise no Aeroporto de Congonhas

Imagem: Canal Marcelo Trentini, via YouTube

Em reunião realizada nesta manhã, em São Paulo, a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) e representantes das empresas aéreas discutiram com a Infraero, operadora do Aeroporto de Congonhas, a gestão aeroportuária do aeroporto – um dos mais importantes do país.

Também estiveram presentes o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e representantes do segmento de Aviação Geral e Executiva.

Na reunião, foi decidida a criação de um Comitê Colaborativo de Gestão de Crise, iniciativa apontada pela ABEAR para melhoria da eficiência do aeroporto, especialmente em momentos críticos. A associação foi representada pelo Coronel Raul de Souza, Consultor técnico da Diretoria de Segurança e Operações de Voo.

“A reunião foi extremamente positiva. É fundamental a criação desse comitê em Congonhas para trazer o esforço colaborativo de todos os players do setor para junto do operador do aeroporto, especialmente em momentos de contingência. Todos ganham com essa iniciativa e assim podemos aprimorar a operação aérea tanto da aviação comercial quanto da geral em um dos aeroportos mais importantes e movimentados do país”, afirma o presidente da ABEAR, Eduardo Sanovicz.

Durante o encontro, também foi discutida a operação da aviação geral em Congonhas. A Infraero avaliará a operação de movimentos de aeronaves de baixa performance da aviação geral em horas-pico para otimizar a operação e a eficiência do aeroporto.

Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.