Entra em operação no Brasil mais um avião da Itapemirim, direto em voo para fora do país

O avião da Itapemirim, em voo nesta sexta-feira

Após ter chegado ao Brasil mais de dois meses atrás, em 18 de setembro, e nunca mais ter decolado para entrar em operações comerciais em todo esse tempo, o Airbus A320 registrado sob a matrícula PS-MGF, da Itapemirim Transportes Aéreos, finalmente deixou o Aeroporto de São José dos Campos (SP) na noite da quinta-feira, 25 de novembro, para fazer sua estreia.

Após partir para o Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, a aeronave assumiu na manhã de hoje, 26, um dos 35 voos que a companhia aérea está fazendo entre o Brasil e o Uruguai nestes dias, para levar e depois trazer de volta torcedores que acompanharão neste sábado a final da Libertadores, em Montevidéu, entre os times do Palmeiras e do Flamengo.

Imagem: RadarBox

O PS-MGF é o Airbus A320 de número de série 3748. Esta aeronave foi fabricada em 2009 e entregue à companhia grega Olympic Air, na qual operou até passar às cores da também grega Aegean Airlines em 2013. Por fim, no início de 2021 foi retirada de serviço até vir ao Brasil e agora voltar a voar transportando passageiros.

Imagem: Arquivo PCA

Com o início das operações deste jato, a Itapemirim passa a ter seis aviões já colocados em serviço, todos do mesmo modelo, embora um deles, o PS-AAF, esteja parado em São José dos Campos desde o dia 16 de novembro, possivelmente em manutenção. Completam a lista os A320 de matrículas PS-ITA, PS-SFC, PS-SPJ e PS-TCS.

Além deles, chegou ao Brasil no dia 8 de novembro o primeiro avião do modelo A319 da Itapemirim, que tem capacidade de passageiros um pouco menor do que o A320. Após os processos de pintura, configuração de interior e homologação junto à ANAC, o jato voará sob a matrícula PS-SIL.

Para acompanhar o PS-MGF em tempo real no radar, clique aqui para acessar o AirNav RadarBox.

Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

ATR conquista novo cliente para seus aviões turboélices 42-600 e 72-600

0
Segundo a ATR, suas aeronaves apresentam o menor consumo de combustível e emissões de CO2 entre todos os modelos regionais.