Início Acidentes e Incidentes Equipe internacional chega na Bielo-Rússia para investigar o famigerado caso do voo...

Equipe internacional chega na Bielo-Rússia para investigar o famigerado caso do voo 4978

Uma equipe da Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO), que pertence à ONU, aterrissou na Bielo-Rússia para investigar o que aconteceu com o voo FR-4978 da Ryanair, que foi desviado para Minsk após uma ameaça falsa de bomba, estando essa cidade mais distante do que o real destino do voo. Acredita-se que o desvio fora realizado apenas para que um opositor do governo local fosse detido.

Conforme informou a assessoria de imprensa do Ministério dos Transportes e Comunicações da Bielo-Rússia ao noticiário BelTA, uma reunião de trabalho com a equipe da ICAO ocorreu em 23 de agosto, quando a Bielo-Rússia disse que permitirá o acesso a todos os materiais e informações para uma investigação objetiva do incidente. 

“É necessário fazer de tudo para que os cidadãos de nossos países possam viajar livremente na região da Eurásia em sua conveniência e utilizando voos de qualquer transportadora aérea. Estou profundamente convencido de que a política deve ser deixada de lado”, frisou Artyom Sikorsky, chefe da agência de aviação local. 

Sikorsky também mencionou a importância da investigação transparente com o objetivo de apurar fatos objetivos relacionados ao que aconteceu em 23 de maio de 2021.

Ele disse: “As autoridades da aviação da Bielorrússia estão abertas ao diálogo e prontas para fornecer todos os tipos de ajuda para os especialistas. O Departamento de Aviação toma todas as medidas necessárias para garantir a segurança da aviação no âmbito dos compromissos assumidos perante a comunidade internacional da aviação civil e passageiros há 28 anos”.

Sylvain Lefoyer, chefe do grupo ICAO, garantiu que os especialistas trabalharão de forma transparente e objetiva. “Graças ao trabalho preliminar, pudemos ter uma visão geral dos eventos. Agora precisamos esclarecer uma série de fatos e coletar dados e materiais adicionais”, disse ele.

Entre outras coisas, o grupo ICAO visitará organizações de aviação e se reunirá com o pessoal. O relatório final será apresentado até novembro de 2021.