Espírito Santo autoriza início das obras no Aeroporto Regional de Linhares

Pista do Aeroporto de Linhares – Imagem: Governo do Espírito Santo

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, autorizou, na última quarta-feira (19), o início das obras de reforma e ampliação do terminal de passageiros do Aeroporto Regional de Linhares, que será importante para a conexão logística da região norte capixaba com o restante do País. Serão investidos R$ 2,71 milhões no empreendimento, com recursos do Tesouro Estadual. O prazo de execução das obras será de 12 meses.

As intervenções consistem na reforma e na ampliação da edificação existente, com a reformulação da fachada, das áreas internas e do estacionamento, visando a melhoria das condições físicas para a atração de passageiros, garantindo assim mais conforto, segurança e acessibilidade aos usuários.

“Investimos mais de R$ 40 milhões na construção da nova pista do Aeroporto de Linhares e agora damos Ordem de Serviço para a reforma e ampliação do terminal de passageiros, que ficará em condições de operação por qualquer companhia aérea. Com essas obras, teremos uma estrutura adequada para voos que poderão ajudar no turismo e, principalmente, no desenvolvimento da região”, pontuou o governador Casagrande.

“Dessa forma, a capacidade de atração de voos para o município será ampliada, contribuindo para o dinamismo econômico da região norte do Estado, seja como suporte logístico para as atividades das empresas ali instaladas, seja para recepção de turistas. Além disso, será uma via de entrada e saída para os próprios moradores da região”, explicou o secretário de Estado de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno.

A empresa vencedora da licitação e que ficará responsável pela execução das obras é a VLZ Construtora Ltda.

A nova pista do Aeroporto de Regional de Linhares foi concluída pelo Governo do Estado no final do ano passado, por meio da Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi) e do Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER-ES). No momento, a pista passa pelo processo de homologação e posterior autorização para pousos e decolagens. Toda a documentação necessária já foi enviada à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Após a homologação da pista e autorização para pousos e decolagens, o Aeroporto Regional de Linhares poderá receber voos comerciais de aeronaves de modelos até o Boeing 757/200. A administração do aeroporto compete à Prefeitura de Linhares.

A nova pista do Aeroporto de Linhares tem 1.860 metros de extensão e é fruto de um convênio entre o Governo do Estado e o Governo Federal assinado em 2011.  Na época, a Semobi ficou responsável pela elaboração do projeto e o DER-ES pela execução das obras. No total, o Estado investiu cerca de R$ 45 milhões, equivalente a 70% do valor do empreendimento, entre os custos do projeto, obra, desapropriações e remoção de obstáculos, entre outros serviços. A contrapartida do Governo Federal foi de R$ 18 milhões.

Informações do Governo do Espírito Santo

Leia mais:

Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias

Protótipo do avião A380 é visto fazendo um ‘tchau’ sobre a...

0
Mesmo agora que a fabricação foi encerrada, o primeiro jato de dois andares continua voando intensamente, já que recebeu uma nova missão.