Início Empresas Aéreas

Exclusivo: Torna-se conhecido o destino de outros três aviões da Itapemirim

Foto de Renato Spotter

EXCLUSIVO – Após duas aeronaves da Itapemirim deixarem o Brasil nesta semana, outras três seguirão o mesmo caminho ao longo das próximas. Com esses, totalizarão cinco aviões enviados para zonas de armazenamento de aeronaves nos EUA, locais de clima árido também conhecidos como cemitérios de aviões.

Enquanto os PS-ITA e o PS-SFC já foram embora rumo a Tucson, no Arizona, outros três, de marcas PS-SPJ (msn 2589), PS-MGF (msn 3748) e PS-TCS (msn 2204), devem deixar o Brasil até meados de fevereiro rumo a Blytheville, no Arkansas. As informações foram repassadas ao AEROIN por fontes próximas da operação de traslado, que deve ocorrer a pedido do lessor (UMB Bank).

A princípio, essas aeronaves, que estão paradas em Guarulhos, deveriam seguir para o Galeão para armazenamento, no entanto, uma atualização nesta semana confirma que elas deixarão o país, num melancólico desmonte da frota da Itapemirim.

Com isso, o destino de cinco das sete aeronaves da ITA já é conhecido. Resta indefinido o destino da aeronave PS-AAF (msn 2359), que está parada em São José dos Campos desde novembro, quando entrou em manutenção e nunca mais saiu; e também do PS-SIL, o único A319 recebido pela companhia, o qual foi alugado da Hi Fly Malta e nunca voou pela empresa brasileira (esse está parado no Rio de Janeiro).

Após suspender operações, a Itapemirim informou ao mercado que voltaria a voar em fevereiro, mas os últimos movimentos indicam num caminho mais nebuloso, com muitos passageiros ainda sem receber reembolso dos voos cancelados, funcionários sem receber seus direitos, fornecedores entrando na justiça e aviões sendo devolvidos.

Sair da versão mobile