Exército Brasileiro também fornece apoio aéreo para a ajuda aos yanomamis em Roraima

Imagem: Exército Brasileiro

O Exército Brasileiro (EB) informou nessa segunda-feira, 23 de janeiro, que também está atuando na missão de apoio às ações interministeriais para atendimento às comunidades da Terra Indígena Yanomami, em Roraima.

A apoio ocorre por meio do 4° Pelotão Especial de Fronteira (Surucucu-RR), do Comando de Fronteira Roraima / 7° Batalhão de Infantaria de Selva, do Comando Militar da Amazônia (CMA).

A missão teve início neste domingo, dia 22, com militares do Exército prestando os serviços de logística, de saúde e a distribuição de cestas básicas.

As comunidades indígenas da região do Surucucu recebem constantemente auxílio do Exército Brasileiro e, desde dezembro de 2022, as ações de apoio têm se intensificado. No último dia 31 de dezembro, 14 crianças yanomamis foram resgatas para atendimento médico em Boa Vista (RR) e, a partir de 17 de janeiro, o 4º Pelotão Especial de Fronteira vem apoiando as ações da Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI) na região.

A missão é realizada com a ação conjunta da Força Aérea Brasileira (FAB) e do 4° Batalhão de Aviação do Exército, que viabilizam o transporte aéreo de pessoal e de carga para a região de Surucucu.

Mais de 2,5 toneladas de alimentos já foram entregues por aeronaves H-60 Black Hawk e C-98 Caravan. Também já foi realizada a evacuação aeromédica de 21 indígenas do local.

Imagem: Exército Brasileiro

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Cessna SkyCourier poderá realizar operações em pista de cascalho com novo...

0
A grande utilidade agora oferece aos clientes a flexibilidade de operar suas aeronaves dentro e fora de pistas de todo o mundo.