FAB reforça, com diversas aeronaves, o apoio às vítimas das enchentes na Bahia

Força Aérea Brasileira
KC-390, uma das aeronaves utilizadas no apoio – Imagem: Marcio Inforzatto / Força Aérea Brasileira

Uma das primeiras instituições a prestar apoio às cidades castigadas pelas chuvas no sul da Bahia, a Força Aérea Brasileira (FAB) vem realizando, nos últimos dias, diversas missões de auxílio à região.

No domingo (26/12), dois helicópteros H-36 Caracal dos Esquadrões Puma (3º/8º GAV) e Falcão (1º/8º GAV) decolaram, respectivamente, de Santa Cruz (RJ) e de Natal (RN) para realizar o transporte de militares, de autoridades e de cargas.

Na segunda-feira (27/12), foi realizado o transporte de policiais militares e de 118 galões de água para Itabuna (BA). No mesmo dia, também foi realizado o transporte de uma comitiva liderada pelo Ministro da Cidadania, João Roma, para uma localidade próxima de Ilhéus (BA).

Imagem: Força Aérea Brasileira
Imagem: Força Aérea Brasileira
Imagem: Força Aérea Brasileira

Na terça-feira (28/12), dez pacientes foram removidos da cidade de Jucuruçu para os municípios de Porto Seguro (BA) e Itamaraju (BA). Além disso, foram entregues mais de duas toneladas de carga, dentre cestas básicas e fardos de água na cidade de Dário Meira (BA).

Já nesta quarta-feira (29/12), a FAB realizou, pela manhã, a entrega de mais 1.400 quilos em cestas básicas, 37 fardos de água, 90 kits de higiene pessoal, 280 quilos de roupas doadas, 50 quilos de remédios, colchonetes e travesseiros, totalizando 3.780 quilos de carga para Ipiaú (BA) e Dário Meira, além de quatro militares do Corpo de Bombeiros para Dário Meira.

À tarde, duas aeronaves C-130 Hércules transportaram, do Galeão (RJ) para Vitória da Conquista (BA), 40 bombeiros militares, 20 barcos de alumínio, 4 carretinhas, 4 motores de popa e doações, totalizando cerca de duas toneladas de equipamentos. As aeronaves da FAB seguem à disposição da Defesa Civil Nacional.

Pronta resposta

Sob a coordenação do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) desde o início da situação de calamidade, a Força Aérea integra a cooperação entre o Ministério da Defesa, o Ministério da Saúde e o Ministério do Desenvolvimento Regional na ajuda humanitária ao Estado, já tendo transportado mais de 45 toneladas de donativos alimentícios (perecíveis e não perecíveis) para atender às populações mais atingidas pelas enchentes, com o emprego das aeronaves KC-390 Millennium do Esquadrão Zeus (1º GTT) nos dias 16 e 17/12.

Ainda no dia 17/12, a FAB também realizou o transporte de uma carga de 23 toneladas de alimentos não perecíveis pelo modal terrestre, em uma carreta do Centro de Transporte Logístico da Aeronáutica (CTLA).

Antes, no dia 12/12, uma aeronave H-36 Caracal, operada pelo Esquadrão Falcão, decolou com uma comitiva do Poder Executivo para realizar um voo com o objetivo de avaliar a situação. Um helicóptero H-60L Black Hawk do Esquadrão Pantera (5º/8º GAV) também foi engajado e prestou apoio à Defesa Civil do estado baiano.

Além disso, um C-130 Hércules, operado pelo Esquadrão Gordo (1º/1º GT), transportou, na madrugada do dia 13/12, aproximadamente 2,5 toneladas de medicamentos. 

O Comando da Aeronáutica destaca que mantém um esforço contínuo e permanente de seu efetivo e de suas aeronaves em atendimento às necessidades da população das áreas afetadas.

Informações da Força Aérea Brasileira

Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Investimento em obras de ampliação deve dobrar capacidade do aeroporto de...

0
Concedido à iniciativa privada na sexta rodada de concessões aeroportuárias, em abril de 2021, o aeroporto de Boa Vista (RR)