Fábrica da Antonov em Kiev, onde está o segundo An-225, é atacada pela Rússia

Foto: Antonov

A planta de produção em série da Antonov, anteriormente denominada AVIANT, localizada em Kiev, foi bombardeada pelas forças russas na manhã desta segunda-feira (14). Imagens que circulam nas mídias sociais, junto com reportagens de mídias internacionais, dão conta de que os bombardeios causaram grande destruição, embora ainda não dê para conhecer a dimensão dos danos.

Segundo uma publicação da AFP, no Twitter, a prefeitura de Kiev relata dois mortos e algumas dezenas de evacuados das instalações, que continuam sob bombardeio. A fábrica é mais uma importante instalação da empresa de fabricação de aeronaves a ser atacada durante a guerra.

No tuíte abaixo, estão as primeiras imagens do ataque (aguarde carregar).

Uma segunda gravação mostra a perspectiva no solo (esperar até carregar)

Antonov AN-225

No final de fevereiro, o primeiro e único exemplar do Antonov AN-225, o maior avião do mundo, foi destruído em seu hangar no aeroporto de Gostomel, a 25 quilômetros noroeste de Kiev. O segundo exemplar, inacabado, está localizado justamente na Antonov Serial Production Plant (ver imagem abaixo).

Desde a independência em 1991, Antonov certificou e comercializou modelos da era soviética e recém-desenvolvidos para venda em novos mercados fora da antiga esfera de influência soviética. Novos modelos introduzidos na produção em série e entregues aos clientes incluem os aviões regionais Antonov An-140, Antonov An-148 e Antonov An-158.

Antonov Factory – Google Maps

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias