Gato flagrado tomando sol na janela do cockpit de um avião Boeing 737

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Foto de Ido Wachtel via Aeronews

Uma cena típica de um conto rocambolesco aconteceu de verdade em Tel Aviv, Israel, envolvendo um gato e um Boeing 737-900 da companhia aérea El Al. A cena foi capturada por Ido Wachtel, fotógrafo de aeronaves, enquanto andava pelo pátio do aeroporto na manhã desse domingo, 7 de fevereiro.

Segundo o The Aviation Herald, o jato em questão tem matrícula 4X-EHB e, segundo dados dos sistemas de rastreamento de voos, voou pela última vez na ligação entre Tel Aviv e Dubai no dia 24 de janeiro de 2021. Desde então, está estacionado no aeroporto internacional Ben Gurion.

O gato foi retirado do cockpit da aeronave imediatamente após ter sido observado, embora não esteja claro como ele chegou ali e nem há quanto tempo estava clandestino dentro da aeronave. A hipótese mais plausível é que ele tenha entrado furtivamente na aeronave, num momento de desatenção da equipe de solo da companhia aérea, mas não há confirmação ainda.

O bichano passa bem, mas a aeronave terá que passar por uma revisão geral a fim de verificar se algum componente foi danificado. O ácido úrico da urina do gato pode atacar os componentes eletrônicos e, portanto, tudo deve ser inspecionado e testado pelos engenheiros da El Al.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias