GECAS fecha encomenda de até 35 cargueiros convertidos 737-800BCF

A Boeing e a GE Capital Aviation Services (GECAS) anunciaram hoje (17) que chegaram a um acordo para 35 novos 737-800BCF (Boeing Converted Freighters) no Farnborough International Airshow de 2018.




O acordo, que inclui 20 pedidos firmes e uma opção para mais 15, levaria a carteira de pedidos de 737-800BCF da GECAS de 15 para 50 unidades e permitiria à GECAS atender ao crescente mercado de carga aérea expresso.

O braço de leasing e financiamento de aeronaves comerciais da General Electric é o cliente de lançamento do novo 737-800BCF. Recebeu o primeiro jato convertido em abril e o alugou para um transportador de carga sueco.

“O 737-800BCF é um ótimo exemplo de como os negócios da Global Services da Boeing podem prolongar a vida útil de um avião com novas tecnologias e ajudar as operadoras a reduzir seus custos operacionais”, disse Ihssane Mounir, vice-presidente sênior de Vendas Comerciais e Marketing da Boeing. “Estamos muito satisfeitos que a GECAS pretende comprometer-se com uma grande encomenda para o avião.”

Este acordo, que está sujeito à aprovação do conselho da GECAS, levaria o total de compromissos do programa 737-800BCF para 80 unidades de mais de meia dúzia de clientes.

O 737-800BCF transporta mais carga útil (até 23,9 toneladas / 52.800 lbs) e voa mais (2.000 milhas náuticas / 3.750 km) do que os 737 cargueiros clássicos. O jato convertido também oferece aos operadores uma tecnologia mais nova, melhor eficiência de combustível e maior confiabilidade do que os cargueiros anteriores.

As modificações incluem a instalação de uma grande porta de carga no convés principal, um sistema de manuseio de carga e acomodações para até quatro tripulantes ou passageiros que não façam parte da tripulação.
Informações pela Assessoria de Imprensa da Boeing.

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Em pleno voo, passageiro se levanta, abaixa as calças e urina...

0
Uma proibição vitalícia de voar pela LOT Polish Airlines foi emitida a um passageiro que urinou na porta de saída de um Boeing 787 Dreamliner