GOL envia motor novo para resgatar o 737 que pousou com problema na turbina

O incidente que levou ao pouso monomotor de um Boeing 737 da Gol no Nordeste requisitou a troca do motor do jato.

O Boeing 737 teve problemas no último dia do ano, quando um estol de uma de suas turbinas causou seu despalhetamento, forçando o desligamento do motor por parte da tripulação e desvio do voo. Apesar do pouso ter sido feito em segurança, a aeronave ficou parada em Petrolina aguardando reparo, neste caso a substituição completa do motor CFM-56.

Nestes casos, principalmente onde a GOL não conta com grande suporte de manutenção como acontece no Rio, São Paulo ou Belo Horizonte, a solução mais prática é trocar o motor por um novo ou que está em plena condição de uso. O motor danificado é encaminhado, então, para oficina para análise e reparos.

Fotos que circulam nas redes sociais mostram os técnicos de manutenção da GOL fazendo esse trabalho de troca. Até a noite de terça-feira (4), o avião PR-GXM ainda se encontrava em Petrolina, mas já possuía uma agenda para voltar à malha da empresa aérea na manhã de quarta.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias