GOL retoma voos no Aeroporto da Zona da Mata (MG) em parceria com a VOEPASS

ATR-72 da VOEPASS

A GOL Linhas Aéreas informa hoje, 5 de novembro, que seus clientes de Juiz de Fora-MG (aeroporto IZA) e das cidades da região da Zona da Mata mineira voltam a ter opções de voos diretos para São Paulo/Guarulhos (GRU).

A partir do início deste mês de novembro, o serviço foi retomado no Aeroporto Presidente Itamar Franco, também chamado de Aeroporto da Zona da Mata, com cinco voos semanais. Em março de 2022, a rota passará a ter um voo diário de ida e volta.

Fruto da parceria com a VOEPASS, as passagens deste trecho serão comercializadas exclusivamente pela GOL, e os voos, operados pela companhia parceira. Os voos diretos para Guarulhos garantem aos Clientes a conectividade com toda a malha aérea da GOL para as mais diversas regiões brasileiras e ainda acesso aos voos internacionais operados pela Companhia.

A oferta de operações entre Juiz de Fora e Guarulhos faz parte do incremento da demanda por voos para cidades do interior do Brasil, fortalecida com a parceria entre a GOL e a VOEPASS e resultado do avanço da vacinação no País, que faz intensificar o fluxo de viagens a lazer e a negócios.

“Para estas operações, serão utilizadas aeronaves ATR-72, com capacidade para 68 passageiros, garantindo a qualidade dos serviços oferecidos pela Companhia”, descreve a GOL em seu comunicado ao mercado em geral.

Em constante expansão regional, a GOL descreve que já anunciou neste ano novas rotas partindo de Guarulhos para Cabo Frio-RJ (CFB), Ribeirão Preto-SP (RAO), Presidente Prudente-SP (PPB), São José do Rio Preto-SP (SJP) e Joinville-SC (JOI), por exemplo.

Informações da GOL Linhas Aéreas

Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Homem do Sri Lanka com documento da Malásia é preso no...

0
Um viajante internacional foi preso nesta semana no Aeroporto Internacional Gilberto Freyre/Guararapes, no Recife, ao cometer um crime.