Início Empresas Aéreas

Governo paraguaio concede à Nella o direito de abrir uma empresa aérea em seu país

A Nella Airlines está buscando dar mais um passo na execução de sua estratégia de abrir operações em vários países da América Latina com a abertura de uma empresa aérea no Paraguai. Assim disse o jornal paraguaio La Nación após conversar com Maurício Souza, CEO da companhia, e com o chefe da Dirección Nacional de Aviación Civil, Felix Kanazawa.

Segundo o regulador, um dos trunfos que estará nas mãos da Nella será a possibilidade de explorar a marca LAP – Paraguayan Airlines, que levou o nome do Paraguai a vários lugares do mundo entre as décadas de 1960 e 1990.

“Estamos abrindo mão da marca LAP, mas eles vão manter o nome e fazer referência que é ‘by Nella’. Nesse caso 100% é investimento de empresa privada. É um fato muito importante para nós e para a aviação em geral, levando em consideração que a linha paraguaia não opera há muito tempo”, especificou Kanazawa, acrescentando que, com essa etapa,“estamos mostrando que nosso país tem um indicador econômico atraente para investidores”.

“Vamos equipar duas aeronaves Boeing 737 com as cores originais da LAP, já que é uma marca histórica para o Paraguai, e se conseguirmos identificar o país para o mundo, seria muito gratificante para todos nós. Acreditamos e queremos começar a voar em março de 2022″, disse Maurício Souza, da Nella Airlines.

Souza explicou que o avião que usarão no Paraguai é o Boeing 737-800 com capacidade para 189 passageiros. “Primeiro vamos assinar os contratos de atribuição da marca LAP, depois adaptaremos os aviões e começaremos a operar”. Ele disse que, a princípio operarão rotas que ligam o país com Brasil, Peru, Bolívia e Argentina, mas tudo será detalhado assim que os contratos forem assinados.

A Nella também tem o projeto de abrir uma oficina com capacidade para fazer a manutenção dos motores da empresa, bem como de aviões de terceiros. O projeto no Paraguai empregaria até 400 pessoas entre pilotos, técnicos, engenheiros, pessoal operacional e administrativo, entre outros.

Além do Paraguai, a Nella possui operações na Venezuela (Albartros) e Bolívia (Amaszonas).

Sair da versão mobile