Início Aeroportos

Grupo CCR volta a falar do Novo Aeroporto de São Paulo

aeroporto ANAC safety Confins BH Airport

Lançado 10 anos atrás e conhecido como Novo Aeroporto de São Paulo (NASP), o projeto do Grupo CCR, antiga Companhia de Concessões Rodoviárias, volta a ser discutido e estudado para ser implementado em até 10 anos.

O aeroporto que terá um custo estimado em cerca de R$10 bilhões ficará, segundo especialistas, na região metropolitana de São Paulo, entre as cidades de Cajamar e Caieiras.

Conforme informa a Folha de São Paulo, o projeto bilionário contaria ainda com outlet, hotel, complexo residencial e comercial, área logística, estacionamento para 16 mil veículos, além de um pavilhão para exposições e convenções, que seria o maior já construído na América do Sul.

Porém, com nova concessão do Aeroporto Internacional de Viracopos, obras nos trilhos que dão acesso ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, concessão do Aeroporto de Congonhas e a internacionalização do Aeroporto Executivo Catarina, os especialistas consideram que a volta das conversas sobre o NASP ocorrem em momento em que o setor aéreo paulista está saturado.

Mesmo não enviando nenhum pedido ao governo do estado, o Grupo CCR justifica a volta do projeto por conta do aumento da demanda por passageiros e de transporte de cargas a longo prazo.

Em nota à Folha de São Paulo, o Grupo CCR disse:

“Acreditamos que o projeto do Nasp está inserido em uma perspectiva das autoridades aeroportuárias que preveem a necessidade de um novo aeroporto para São Paulo, no futuro”.

Leia também: