Helisul diz não ter comprado o acervo do Museu da TAM, mas que considera futura parceria

Na semana passada, o site Portal da Cidade, que mantém conteúdo focado em Foz do Iguaçu, publicou uma notícia de que a empresa Helisul teria comprado o acervo do Museu da TAM e que abriria uma exposição das aeronaves na cidade das Cataratas.

A notícia repercutiu rapidamente pela internet, sobretudo porque o Brasil é um país que carece de iniciativas em prol da cultura aeronáutica, e os poucos museus de aviação contam com pouquíssimo orçamento, a despeito da história centenária da aviação no país e do próprio protagonismo do brasileiro Alberto Santos Dumont.

Vários sites, incluindo o AEROIN, chegaram a publicar sobre a possível reabertura do Museu, como mostra a imagem abaixo.

O projeto não foi desmentido, mas também não foi totalmente confirmado. A empresa Helisul, envolvida no assunto, emitiu apenas uma nota, em que deixa a situação em aberto.

A Helisul esclarece, acerca do noticiado no site Portal da Cidade e outros, que não procedeu à compra do acervo do museu Asas de um Sonho, conhecido como Museu da TAM, não descartando a possibilidade de futura parceria para exposição de parte do referido acervo em seu futuro empreendimento em Foz do Iguaçu”.

Notadamente, a Helisul é formada por pessoas que não apenas fazem negócios na aviação, mas são apaixonadas por ela. Próximo de seu local em Foz do Iguaçu, de onde partem os helicópteros que fazem os voos panorâmicos sobre as Cataratas, a empresa colocou um Boeing 737-200 que antes voou na Força Aérea.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Primeiro jato Embraer E2 da canadense Porter já está quase pronto...

0
A futura maior operadora de jatos Embraer E2 está cada vez mais próxima de receber seu primeiro avião, que já está sendo montado.