IAG ainda quer a Air Europa, mas acordo pode levar mais 18 meses

O International Airlines Group (IAG), que é dono da Iberia e da British Airways, ainda pretende comprar a espanhola Air Europa, mas o acordo levará pelo menos mais 18 meses para ser concluído, comentou o presidente-executivo do grupo, Luis Gallego, em 6 de abril, segunto relatou a agência Reuters.

O IAG está procurando maneiras alternativas de alcançar a aquisição há muito planejada, mas atrapalhada fortemente pela pandemia de Covid, a ajuda do governo espanhol à Air Europa e as preocupações antitruste – a compra deixaria o IAG como monopolista do mercado de longo curso partindo de Madri.

“O objetivo final é a aquisição da Air Europa, que é como tudo começou em 2019. Temos que decidir um cronograma para levar 100%, mas acho que pode levar pelo menos 18 meses”, disse Gallego. Reconhecendo que “a novela continua”, o objetivo da união é tornar Madrid num dos maiores pólos da Europa e o maior do sul europeu, disse ele.

Para tanto, o IAG terá que garantir aprovações em vários países para aliviar as preocupações com o monopólio, acrescentou o CEO. Ele se recusou a especular quanto o grupo estaria disposto a pagar pela Air Europa.

O governo da Espanha também está envolvido nas negociações desde que aprovou um resgate de 475 milhões de euros para a Air Europa em novembro de 2020, parte do qual pode ser convertido em ações.

No mês passado, a IAG manteve as negociações vivas ao chegar a um acordo de exclusividade de negociações com a controladora da Air Europa, a Globalia , por um ano, em troca de um empréstimo de 100 milhões de euros que pode ser transformado em uma participação de 20%.

Ainda no evento, Gallego disse que o International Airlines Group espera operar com 90% de sua capacidade pré-pandemia neste verão, com uma recuperação de 100% nos assentos no mercado do Atlântico Norte e 95% nas rotas para a América Latina. O IAG tem como meta uma retomada de 100% na Europa até o final do ano.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

United acelera, mas novo ‘dono’ do hangar da TAP M&E no...

0
Ainda está em aberto o processo para a escolha do próximo operador do enorme hangar deixado pela TAP M&E, assim como todas as demais