Identificados os dois primeiros Airbus A320 da Itapemirim que vão embora do Brasil

Imagem: Itapemirim Transportes Aéreos

EXCLUSIVO – Como antecipamos no final do ano passado, com base em informações de um comunicado interno da Itapemirim, ao menos três aeronaves estão indo embora do Brasil nos próximos dias.

A empresa aérea alega que o motivo para mandar os aviões é a necessidade de uma manutenção preventiva, enquanto fontes do setor acreditam que se trata de uma devolução a pedido dos donos das aeronaves (os lessores).

Fontes próximas da empresa confirmaram ao AEROIN que duas dessas aeronaves são o PS-ITA (msn 2395) e o PS-SFC (msn 2156), ambos pertencentes à DCAL 2 Leasing Limited. Esses são os únicos dois jatos desse proprietário na frota da Itapemirim, sendo que os outros quatro (PS-AAF, PS-TCS, PS-SPJ e PS-MGF) são do UMB Bank e há mais um, do modelo A319 (PS-SIL, que nunca voou na ITA), alugado da Hi Fly Malta.

Segundo as fontes, as aeronaves devem partir de Brasília (PS-SFC) e Rio de Janeiro (PS-ITA) ainda nessa semana com destino a Marana, no deserto do Arizona.

Com a saída dessas duas, a frota da empresa ficará reduzida a cinco aeronaves em território brasileiro. O comunicado aos funcionários dizia que um terceiro jato também seria enviado para fora do Brasil, mas a matrícula desta ainda não foi confirmada por nós.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias