Início Acidentes e Incidentes

Imagem mostra que avião IL-76 acidentado hoje se partiu em dois com a queda

Foto: TASS

A queda de um avião russo Ilyushin IL-76 na manhã desta sexta-feira (24) e que vitimou quatro pessoas, segundo fontes oficiais, já tem uma causa provável: falha nos motores. A informação foi confirmada pelo porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov, Tenente-General (General de Divisão) ao site estatal russo TASS.

Imagens gravadas por populares no solo já mostravam um problema no motor de número 4, que estava com grandes chamas, pouco antes da aeronave cair num descampado. Além das quatro vítimas fatias, outras seis teriam ficado feridas. Em transmissão ao vivo direto do local (mais abaixo, espere carregar), é possível ver que a aeronave se partiu em duas e parte da asa também se quebrou.

“Enquanto efetuava um voo de treinamento sem carga a bordo, a tripulação detectou um problema no motor e decidiu efetuar um pouso de emergência fora do aeroporto” afirmou o General.

O avião IL-76 é o principal cargueiro militar da Rússia e tem sido usado com bastante frequência para suprir o front russo na Invasão da Ucrânia. A aeronave tem capacidade para levar até 60 toneladas de carga útil na sua última versão ou 140 soldados. No caso de hoje, no entanto, tratava-se apenas de um voo de testes nos arredores de Moscou, como citado acima.

Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A