Incrível ‘balé’ de aviões nos hubs da UPS e da FedEx chama atenção em lindos vídeos

A enorme quantia de jatos partindo de Louisville, em cena de um dos vídeos abaixo nesta matéria

Sempre acompanhamos aqui no AEROIN algumas notícias relacionadas à UPS Airlines e à FedEx, como, por exemplo, dos recebimentos de seus novos jatos Boeing 767F, 777F e 747-8F. Como duas das maiores companhias aéreas de carga do mundo, frequentemente comentamos sobre o tamanho de suas frotas, que têm nada menos do que 288 (UPS) e 475 (FedEx) aviões entre os modelos ATR 42/72, Airbus A300 e A310, Boeing 737, 757, 767, 777 e 747 e McDonnell Douglas DC-10 e MD-11, todos cargueiros.

E mais do que isso, as duas gigantes têm um modelo de operação concentrada em seus grandes centros de manejo de carga, os aeroportos de Louisville (UPS) e de Memphis (FedEx), nos Estados Unidos. Neles, uma infinidade de seus voos chegam de todas as partes do país e do mundo em um curto intervalo de tempo para que encomendas possam ser rapidamente transferidas entre aeronaves e enviadas para seus destinos, novamente em uma quantidade impressionante de voos saindo em pouco tempo.

O resultado, quando essa logística aérea é vista através das plataformas online de rastreamento de radar, é inacreditável. Como uma colônia de abelhas ou formigas dando início ao seu ‘balé’ de trabalho, os aviões começam a surgir a partir do hub e se espalham por todas as direções.

Pouco depois, com as cargas já entregues nos destinos e novas já embarcadas para a volta ao hub, novamente os jatos cargueiros começam a “pipocar” pelo mapa em direção a sua “casa”.

Veja a seguir as duas animações, sendo a primeira, da UPS, e a segunda, da FedEx. Abaixo delas, veja também a animação de um curioso dia em que grandes formações de tempestade passaram sobre Memphis, levando a alterações no fluxo de chegada dos aviões.

UPS em Louisville

FedEx em Memphis

Tempestade em Memphis

Por fim, deixamos aqui a sugestão de dois vídeos que mostram imagens de como funcionam estes enormes hubs da UPS e da FedEx em Louisville e Memphis:

Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Investimento em obras de ampliação deve dobrar capacidade do aeroporto de...

0
Concedido à iniciativa privada na sexta rodada de concessões aeroportuárias, em abril de 2021, o aeroporto de Boa Vista (RR)