Instituto Embraer investirá até R$ 380 mil em projetos sob o tema ‘Pessoas Negras na Ciência’

Imagem: Embraer

A Embraer informa nesta quinta-feira, 1º de setembro, que estão abertas as inscrições para a segunda edição do Ciência Diversa, programa do Instituto Embraer para incentivo à formação de grupos sub-representados em tecnologia e ciência.

Este ano o tema é “Pessoas Negras na Ciência” e será voltado para Organizações da Sociedade Civil (OSCs) sem fins lucrativos que desenvolvam projetos para pessoas pretas e pardas.

A ação social investirá até R$ 380 mil em duas instituições que realizem atividades de incentivo à formação nas áreas de STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática, na sigla em inglês) e que no mínimo 60% dos beneficiados sejam obrigatoriamente pessoas negras e com idade entre 6 e 24 anos. Além disso, é necessário que a OSC atue há pelo menos um ano no Brasil e desenvolva ações na área de educação.

Imagem: Embraer

“O investimento em projetos de educação, principalmente em ciência e tecnologia, contribui diretamente com o futuro da inovação e desenvolvimento social do país”, disse André Tachard, Diretor do Instituto Embraer. “Nosso objetivo é gerar impacto positivo e contribuir com a formação dos futuros profissionais e ampliar as oportunidades de carreira em áreas tecnológicas aos grupos sub-representados.”

Serão considerados projetos de todo o Estado de São Paulo e das cidades do Rio de Janeiro, Florianópolis, Belo Horizonte, Brasília e Recife, que são locais em que a Embraer ou suas coligadas estão presentes. As inscrições para o programa vão até o dia 30 de setembro e podem ser realizadas pelo site: https://institutoembraer.org.br/br/pt.

Os resultados e a lista final serão divulgados em dezembro de 2022 no site do Instituto Embraer. Para mais informações sobre o Ciência Diversa e os critérios de elegibilidade, acesse o edital.

Informações da Assessoria de Imprensa da Embraer

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Embraer tem um cliente a menos com a retirada do último...

0
A Air Europa operou um total de 11 unidades dos aviões de fabricação brasileira, todos do modelo Embraer 195 de primeira geração.