Início Aviação Militar

Instrutores americanos ministram o primeiro curso OT&E para avaliação dos caças Gripen no Brasil

Imagem: BAAN

O Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) informa que realizou, no mês de novembro, o primeiro curso denominado Operational Test & Evaluation (OT&E) da Força Aérea Brasileira (FAB), na Base Aérea de Anápolis (BAAN).

O objetivo do curso é formar as equipes operacionais e logísticas responsáveis pela realização da Avaliação Operacional Contratual (AVOP) do Gripen no Brasil e possibilitar o aprimoramento da doutrina de Avaliação Operacional no âmbito da FAB.

O curso foi divido entre duas fases, com aula teórica de 7 a 11 de novembro e aula prática de 14 a 25, tendo sido ministrado por instrutores americanos com vasta experiência em OT&E, fundadores do primeiro curso na National Test Pilot School.

Imagem: BAAN

Foram capacitados 12 militares brasileiros da área operacional e logística de forma prática por 21 dias. Além disso, a parte teórica do curso foi disponibilizada para 25 militares do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), Comando de Preparo (COMPREP), Comando-Geral de Apoio (COMGAP), Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) e DCTA, com o propósito de elevar o conhecimento atual sobre o processo de Avaliação Operacional e promover o aperfeiçoamento dessa doutrina.

Imagem: BAAN

“Tudo isso está sendo muito importante para aprendermos uma metodologia que nos habilitará a fazer essa avaliação com muita propriedade e eficiência. Estamos nos preparando para aplicar esses conhecimentos já no recebimento do F-39 Gripen para, dessa forma, garantirmos para a FAB e para a sociedade brasileira que teremos um produto adequado à realidade e às necessidades de defesa do nosso país. Tudo muito empolgante e que nos deixa com excelentes expectativas pelo que está por vir”, destacou o Gerente Operacional do Gripen, Tenente-Coronel Aviador Felipe Bombarda Guedes.

O DCTA descreve que percebeu que existia uma lacuna de capacitação para o pessoal do COMPREP e COMGAP, responsáveis respectivamente pela validação operacional e logística na AVOP do Gripen. Desta forma, com o apoio do EMAER, coordenou a contratação da empresa estadunidense VECTOR LLC para ministrar o primeiro curso OT&E no Brasil.

“Para mim foi uma grande satisfação fazer parte desta coordenação, pois esse conhecimento permitirá que o Gripen e qualquer outro novo produto adquirido pela FAB seja validado operacional e logisticamente antes de começar a ser efetivamente utilizado”, concluiu a Coordenadora e Fiscal do Contrato do Operational Test & Evaluation, Tenente-Coronel Engenheira Thais Franchi Cruz.

Para o Coronel Aviador George Luiz Guedes de Oliveira, um dos colaboradores deste projeto, “assim, espera-se realizar testes e avaliações com uma maior integração, proatividade e sinergia entre as equipes técnicas, operacionais e logísticas. A ideia é plantar uma semente que possa germinar no sentido do desenvolvimento operacional da FAB. Se não conhecermos os nossos sistemas na integralidade antes dos conflitos, seremos forçados a aprender depois deles, o que é crítico”, finaliza.

Informações do DCTA