Itapemirim não responde a questionamentos e leva multa de R$ 12 milhões do Procon-RJ

Airbus A320 da Itapemirim Transportes Aéreos

O Procon Carioca, órgão vinculado à secretaria Municipal de Cidadania, lavrou uma multa contra a Itapemirim Transportes Aéreos no valor de R$ 12.016.480,00. A empresa havia sido notificada a prestar esclarecimentos sobre o anúncio que fez de suspensão temporária de toda a sua operação de transporte aéreo de forma inesperada e imediata, deixando os consumidores desprevenidos e suscetíveis a imensos transtornos.

Entre os questionamentos, a Itapemirim deveria responder o que levou à decisão, como os consumidores foram informados sobre a suspensão, se haveria passagem endossada para outras empresas, quantas pessoas foram atingidas pela interrupção dos serviços, quais as medidas tomadas nos casos de quem não conseguiu fazer suas viagens e como seria a política de devolução dos valores das passagens.

Depois do prazo de 10 dias para a defesa, a empresa não respondeu nem fez qualquer manifestação. Dessa forma, o Procon Carioca determinou a pena.

“O Procon Carioca atua, sempre, promovendo e fiscalizando as relações de consumo e, quando necessário, aplica sanções cabíveis, previstas em lei”, ressalta Igor Costa, presidente do Instituto.

Informações da Prefeitura do Rio de Janeiro

Leia mais:

Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias

Companhia aérea da Islândia polemiza após anunciar voos dos EUA para...

0
Somente no ano de 2022, a companhia oferecerá mais de 100 viagens de ida e volta entre os países, mesmo com os voos comerciais suspensos.