Itapemirim põe hoje 4 aviões para torcedores e 1 para seus voos regulares no Brasil

Um movimento bastante curioso foi notado hoje por diversos leitores do AEROIN, que chamaram nossa atenção quanto à alocação simultânea de quatro aviões da empresa aérea Itapemirim Transportes Aéreos para voos entre o Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, e Montevidéu, no Uruguai.

Devido à final da Libertadores na capital uruguaia, Montevidéu, neste próximo sábado, 27 de novembro, a companhia do grupo Itapemirim anunciou que fará 35 ligações aéreas entre Brasil e Uruguai desde ontem até a volta dos torcedores nos próximos dias.

O aproveitamento de ocasiões como essa não é incomum na aviação, uma vez que companhias aéreas sempre deslocam aviões para serviços como este, fretados por terceiros para atender demandas pontuais.

No entanto, considerando-se que a ITA tem apenas 6 aviões Airbus A320 em sua frota operacional, e que um deles, o de matrícula PS-AAF, está parado no aeroporto de São José dos Campos (SP) desde o dia 16 de novembro, isso significa que apenas 1 avião está fazendo voos regulares de transporte de passageiros da companhia nesta manhã de sexta-feira, algo pouco comum de se ver.

Os 4 aviões em voos simultâneos ao Uruguai às 08h40 (11h40 UTC) de hoje – Imagem: FlightRadar24

Assim, a frota de A320 da Itapemirim, nesta manhã de hoje, 26/11, está conforme detalhado a seguir (você pode clicar sobre cada uma das matrículas para acompanhar o avião em tempo real no radar):

PS-AAF: parado em São José dos Campos desde o dia 16 de novembro;

PS-ITA: em operação entre Brasil e Uruguai;

PS-MGF: após dois meses parado desde que chegou ao Brasil, entrou em operação hoje para voar entre Brasil e Uruguai;

PS-SFC: em operação entre Brasil e Uruguai;

PS-SPJ: em operação entre Brasil e Uruguai;

PS-TCS: em operação em voos domésticos no Brasil;

Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

ANAC flexibiliza regra para reduzir impactos da Covid-19 em voos comerciais

0
A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) informa que tem recebido e analisado pedidos de reconhecimento da existência de Nível