Itapemirim reserva matrículas para outras 5 aeronaves; e mais uma voou na Latam

A Itapemirim Transportes Aéreos (ITA) reservou mais cinco marcas para suas futuras aeronaves, que passaram a constar do Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB). Todas elas, segundo a empresa, serão aplicadas em aeronaves do modelo Airbus A320.

As matrículas e aeronaves reservadas em junho são:

PS-ITB (msn 3156), voou na Latam Brasil como PR-MBO e tem 14 anos;
PS-ITC (msn 3782), voou na indiana IndiGO como VT-INX e tem 12 anos;
PS-ITD (msn 3863), voou na IndiGO como VT-INY e tem 12 anos;
– PS-ITE (msn 3577), voou na moldava Fly One como ER-00003 e tem 13 anos;
– PS-ITH (msn 6785), ainda voa na Vistara como VT-TTI e tem 5 anos

O total de matrículas reservadas em nome da Itapemirim subiu para 15, sendo que cinco aeronaves já estão no Brasil, a saber:

JÁ NO BRASIL – PS-SPJ (voando), PS-SFC, PS-AAF (voando), PS-TCS e PS-ITA
A RECEBER (além dos cinco acima) – PS-TUJ, PS-MGF, PS-COR, PS-JCP e PS-CHM

Além dessas acima, há o prefixo PS-KOM, reservado para um A320, mas cujo operador mudou da Itapemirim para FPG Group, então não temos informação sobre se virá ao Brasil ou não. Há também dois A319 na mesma situação (PS-SIL e PS-GSP), cujo operador consta como sendo a Hi Fly Malta.

A expectativa da empresa é ter cinco aviões voando até o final de julho. Até outubro, o projeção prevê oito aeronaves operacionais.

Como visto acima, uma curiosidade é que a empresa parece ter deixado um pouco de lado a ideia de reservar prefixos relacionados aos acrônimos dos nomes dos executivos e passou a seguir uma sequência, como outras empresas fazem. Outro ponto interessante sobre a lista é que a estreante espera incorporar mais um avião ex-Latam. O outro é o que voou como PR-MBT.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias