Início Empresas Aéreas

Jumbo dos ‘pousos especiais’ fará voo com carga de girafas para o Rio de Janeiro

O Boeing 747-200 da empresa moldava Fly Pro “conhecerá” mais um aeroporto no Brasil com seu primeiro voo para o Rio de Janeiro. E sua carga será especial, com girafas sul-africanas, que serão acolhidas no zoológico BioParque do Rio de Janeiro. A origem do voo será o aeroporto de Joanesburgo, OR Tambo.

A empresa aérea tem feito recorrentes voos ao Brasil com seu jumbo clássico, da série 200, um tipo do qual não há mais do que vinte unidades voando no mundo.

No entanto, outro motivo tornou o jato famoso por aqui: a maneira como os pilotos conduzem o pouso, mantendo o nariz da aeronave empinado por vários segundos (muito além do que todos estão acostumados). E tal manobra causa, invariavelmente, sentimentos mistos de entusiasmo e de críticas de entusiastas e profissionais.

No final, pelas várias cidades onde passou, o jumbo clássico atrai os olhares e câmeras dos aficionados por aviação. Em Guarulhos, o quadrijato já deu as caras muitas vezes, as câmeras ao vivo dos canais SBGR Live e Golf Oscar Romeo no YouTube sempre conquistam muitos espectadores cada vez que o 747 aparece.

PROGRAMAÇÃO – a data e horário do voo ainda estão pendentes de divulgação.

A Fly Pro

A exótica empresa Fly Pro, da Moldávia, tem apenas duas aeronaves (uma foi incorporada no final de março desse ano) e nunca operou voos regulares ao Brasil, mas nos últimos tempos sua visita se tornou algo recorrente em aeroportos do país, em serviços fretados, motivados pela pandemia.

Seus dois jatos Boeing 747-200, de matrículas ER-BAT e ER-BAR, são dois dos escassos Jumbos da variante 200 ainda em operação no mundo hoje. Eles têm realizado muitos voos desde o início da pandemia, inicialmente levando máscaras e EPIs, depois insumos de vacinas e cargas diversas.

Em ocasiões anteriores, o jato esteve no Brasil para trazer encomendas dos Correios vindas da China. Para esses próximos voos, no entanto, ainda não temos informação do motivo que o traz, mas atualizaremos quando apurarmos.

Sair da versão mobile