LATAM passa a oferecer transporte gratuito a refugiados de todo o mundo

Para apoiar a resposta às crises humanitárias em todo o mundo, o grupo LATAM colocará à disposição do ACNUR, a Agência da ONU para Refugiados, o transporte gratuito de passageiros e cargas para ajudar as pessoas que tiveram que deixar suas casas em busca de segurança e proteção.

O acordo considera o embarque de carga sem custo e a contribuição em passagens aéreas para destinos da malha aérea da LATAM. A iniciativa faz parte do programa Avião Solidário do grupo que, por meio de alianças, busca gerar valor na sociedade por meio do transporte gratuito para atender diversos tipos de necessidades da região.

Para o ACNUR, é fundamental poder contar com o apoio e a cooperação de empresas com compromisso social para garantir proteção e ajuda aos deslocados. Agradecemos a imensa onda de solidariedade de pessoas e empresas do mundo com a emergência na Ucrânia. Obrigado à LATAM por esta aliança estratégica que nos ajudará a reunir famílias deslocadas e transportar materiais de ajuda para aqueles que tiveram que fugir de suas casas na Ucrânia e em outras partes do mundo, como aqui na América Latina“, afirma José Samaniego, Diretor Regional do ACNUR para as Américas.

Na LATAM, entendemos que, como empresa, somos também um ator social, o que implica em direitos, mas também na responsabilidade de trabalhar em benefício das sociedades onde atuamos. A terrível situação na Ucrânia e as consequências para milhões de pessoas nos levaram a colaborar com o ACNUR e hoje nos orgulhamos de poder colocar à disposição o transporte gratuito de refugiados, doações e ajuda humanitária para eles e suas famílias em todos os destinos da nossa malha aérea“, afirma Roberto Alvo, CEO do LATAM Airlines Group.

De acordo com o relatório Tendências Globais do ACNUR, 1% da humanidade foi forçada a fugir de casa em 2020. Atualmente, a crise humanitária na Ucrânia e nos países vizinhos deslocou mais de 10 milhões de pessoas.

A América Latina e o Caribe não são exceção. Mais de 18 milhões de deslocados na região precisam de solidariedade. Além disso, “não podemos esquecer lugares como Afeganistão, Síria, Etiópia, Venezuela, Mianmar e muitas outras emergências que continuam precisando do apoio do ACNUR e de outras organizações humanitárias“, afirma Filippo Grandi, Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados.

O programa Avião Solidário da LATAM faz parte da estratégia de sustentabilidade do grupo e busca gerar valor para a sociedade por meio do transporte de cargas e passageiros sem custos. Durante a pandemia de COVID-19, o programa tem tido um papel ativo no transporte gratuito de vacinas nos países em que atua, já tendo movimentado mais de 253 milhões de doses, além de mais de 3.400 profissionais de saúde para atender necessidades urgentes relacionadas à pandemia.  

Recentemente, o programa anunciou alianças com organizações solidárias da sociedade civil no Brasil, Chile, Colômbia, Equador e Peru, colocando a sua experiência, infraestrutura, conectividade e a rapidez do transporte aéreo à disposição do transporte de pessoas e cargas sem nenhum custo.

Informações da LATAM

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Em pleno voo, passageiro se levanta, abaixa as calças e urina...

0
Uma proibição vitalícia de voar pela LOT Polish Airlines foi emitida a um passageiro que urinou na porta de saída de um Boeing 787 Dreamliner