LATAM também pede para voar com menos comissários nos seus aviões e obtém o aval

Mais uma empresa aérea brasileira solicitou à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) uma autorização especial para voos com número reduzido de comissários.

O novo pedido veio da LATAM Brasil, a única das três grandes companhias aéreas brasileiras que ainda não tinha solicitado à ANAC a liberação para operar com menos comissários do que o previsto. A solicitação visa à flexibilização da regra que diz que deve haver um comissário a cada 50 assentos de uma aeronave.

Com isso, a LATAM Brasil operava sempre com quatro comissários nos aviões Airbus A320, que são a espinha dorsal da empresa, configurados para 174 ou 180 assentos. No entanto, dado o número alto de afastamentos de tripulantes por causa da variante ômicron do Coronavírus e da síndrome gripal H3N2, a Latam e suas rivais pediram uma exceção.

Com o aval da ANAC, a LATAM poderá voar com o A320 com apenas três comissários, desde que não ultrapasse 150 passageiros nos voos com tripulação reduzida.

A Azul e a GOL já têm adotado essa medida, sendo a primeira inclusive operando com apenas dois comissários em voos do jato Embraer E195 com 100 passageiros ou menos.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Força Aérea apresenta ‘janela ao espaço’ para Elon Musk e lhe...

0
O empresário Elon Musk, dono da SpaceX, foi condecorado com a medalha de Ordem ao Mérito concedida pelo Ministério da Defesa.