Latam torna-se a primeira aérea do mundo certificada para transporte de baterias de lítio

Foto: Latam Cargo

Após um extenso período de testes, a LATAM Cargo, por meio de sua matriz no Chile, é a primeira companhia aérea do mundo a receber a nova certificação da IATA para transporte de bateria de lítio. As remessas de baterias de lítio – isoladas ou em produtos acabados – devem atender aos padrões globais de segurança bem estabelecidos para fabricação, teste, embalagem, marca, rotulagem e documentação. 

Esses requisitos são fundamentais para os regulamentos de envio de baterias de lítio (LBSR) da IATA e os regulamentos de mercadorias perigosas (DGR) da IATA , que combinam aspectos regulatórios e operacionais com base no conselho de especialistas do setor e reguladores governamentais.

“Na LATAM Cargo, avaliamos constantemente nossos serviços e procedimentos para fornecer os mais altos padrões do setor e, assim, garantir a segurança, um pilar fundamental para o grupo. Por isso, temos orgulho de ser a primeira companhia aérea do mundo a obter a certificação CEIV Lithium Battery da IATA, que valida o transporte oferecido para esses delicados produtos de forma segura e confiável. Esperamos que mais players do setor possam ser credenciados para promover o transporte seguro de uma mercadoria crítica para o crescimento sustentado da carga aérea”, disse Andrés Bianchi, CEO da LATAM Cargo Chile.

“Parabenizamos a LATAM Cargo por se tornar a primeira companhia aérea a conquistar esta certificação. Aumentar o número de partes interessadas certificadas levará a uma indústria mais segura e a um maior reconhecimento desta certificação”, disse Frederic Leger, vice-presidente sênior de produtos e serviços comerciais da IATA.

A mais recente certificação CEIV da IATA está em linha com certificações semelhantes para o manuseio de produtos famacêuticos, perecíveis e de animais vivos.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Passageira seminua cospe em comissários por querer upgrade para classe executiva

0
O caso teria ocorrido após a passageira querer um upgrade para um assento na Classe Executiva, enquanto voava de Abu Dhabi para Mumbai.