Lion Air suspende voos por passageiros ignorarem protocolos sanitários

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A empresa low cost da Indonésia, Lion Air, cancelou desde ontem (5) todos os seus voos domésticos e internacionais, após ter retornado às operações há apenas algumas semanas. O motivo por voltar atrás tem mais a ver com a (falta de) colaboração dos passageiros do que qualquer outra coisa.

Avião Boeing 737-MAX9 da Lion Air
Imagem: Divulgação / Boeing.

De acordo com comunicado em seu portal, a Lion Air tomou a decisão de suspender os voos com base na avaliação de operações anteriores, quando muitos passageiros não puderam realizar as viagens por não apresentarem os documentos e condições necessárias exigidas aos viajantes durante o período de alerta pandêmico do novo coronavírus.

A companhia aérea culpou os viajantes por não seguirem os regulamentos, com situações de passageiros se recusando a observar adequadamente as regras de distanciamento social, não atenderem às regras de saúde (como máscaras obrigatórias) e não apresentarem a documentação obrigatória, que inclui uma declaração de saúde. 

Ao anunciar a parada dos voos, a Lion Air citou preocupações com a saúde dos funcionários. Ela disse que usaria o tempo para disseminar informações sobre novos requisitos e documentos de embarque por meio de seu site e outros canais.

Regras duras

Em maio, o Ministério dos Transportes da Indonésia havia suspendido um voo operado pela subsidiária da Lion Air, Batik Air, pois a companhia aérea violou a política de distanciamento físico. Segundo o Jakarta Post, o voo estava com mais da metade da capacidade, o que excedia o máximo permitido pelos regulamentos de distanciamento do governo.

A companhia aérea informou que está oferecendo reembolso aos passageiros que já haviam reservado passagens, e novas reservas não estão sendo aceitas neste momento. A empresa não informou no comunicado uma data para a volta às operações.

A aérea ainda ressalta que toma todas as medidas antecipadamente aos voos, implementando protocolos de saúde de forma ativa, de acordo com as disposições dos Ministério dos Transportes, Ministério da Saúde e da Força Tarefa de combate à doença de seu país.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Rodnei Diniz
Engenheiro aeronáutico e mecânico, atuante em gestão de manutenção aeronáutica, aviação geral, executiva e comercial. Atento aos detalhes, gosta de ler e escrever sobre a história da aviação.

Veja outras histórias

Procon-SP notifica empresas aéreas e de venda de passagens sobre reembolso...

0
A notificação foi motivada por demandas de consumidores relatando dificuldades ou negativa de reembolso de valores de passagens aéreas.