Maior e mais potente Islander conquista certificação da FAA

A fabricante britânica de aeronaves Britten-Norman obteve a certificação de tipo da Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA) para a aeronave BN2T-4S Islander. A aeronave é movida por motores Rolls Royce 250 e é a maior e mais poderosa variante do BN2B Islander. Além disso, possui um peso máximo de decolagem (MTOW) aumentado, chegando a 8.500 libras (cerca de 4.000 quilos).

Como destaca o Aviacionline, este é um marco importante para a Britten-Norman, pois a certificação abre novos mercados para a empresa nos Estados Unidos. Esta aprovação complementa os certificados de tipo existentes para a aeronave emitidos pela CAA do Reino Unido e pela EASA da Europa. 

Os BN2T-4S Islanders são atualmente fabricados nas instalações da empresa em Solent, Daedalus e Bembridge, Reino Unido.

Mark Shipp, diretor técnico da Britten-Norman, comentou a esse respeito: “Obter a certificação de tipo para qualquer aeronave é uma grande conquista e requer enorme esforço e trabalho árduo para satisfazer o regulador de que o produto não é apenas seguro, mas também atende os mais rigorosos padrões de certificação. Os EUA são o maior mercado de aviação do mundo. Além disso, a FAA é um regulador muito reconhecido mundialmente, por isso estamos muito orgulhosos de ter alcançado esse importante objetivo para nosso Islander. Estamos entusiasmados com as oportunidades que esta certificação nos trará.”

O BN-2 Islander é um monoplano de asa alta com fuselagem retangular e dois motores montados nas asas. As primeiras aeronaves, fabricadas na década de 1960, foram equipadas com motores a pistão, enquanto os modelos de produção posteriores podem, alternativamente, ser equipados com motores turboélice. 

É geralmente usado para operações de piloto único e pode transportar até nove passageiros. Além disso, o cockpit pode ser reconfigurado rapidamente, permitindo que uma única aeronave execute diversas tarefas em um período mínimo de tempo.

A Britten-Norman está em processo de certificação do BN2T-4S Islander na Índia e no Canadá.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Com novo centro de investigações de acidentes aéreos, Colômbia quer ser...

0
Na terça-feira (7), a Aeronáutica Civil da Colômbia (Aerocivil) anunciou o início da construção de um novo Centro de Investigação