MC-21-300 voa para a cidade mais fria do mundo para ser testado

MC-21-300 – Imagem: United Aircraft Corporation

A Irkut transferiu um dos protótipos do MC-21-300 do Aeroporto de Moscou-Zhukovsky para Yakutsk, a fim de realizar testes de baixa temperatura. Esta cidade, localizada na ponta leste da Sibéria, a algumas centenas de quilômetros do Círculo Ártico, é a mais fria do mundo, com temperaturas médias de inverno de cerca de -36ºC.

A aeronave foi acompanhada por Andrey Boginsky, CEO da Irkut, que chegou ao local escoltado por uma equipe de especialistas de Irkut e Yakovlev. “O voo é bastante especial devido a uma combinação de fatores, incluindo o afastamento da cidade de Yakutsk e a possibilidade de confirmar o desempenho dos sistemas da aeronave graças a este longo voo.”

Boginsky continuou: “O número de especialistas transportados passa de 70, que realizarão testes para melhorar a capacidade da aeronave de operar a temperaturas externas inferiores a 30 graus abaixo de zero. Este é mais um passo para continuar o trabalho árduo que terminou no ano passado com a obtenção do certificado de tipo.”

Conforme relata nosso parceiro Aviacionline, o executivo finalmente se referiu às primeiras entregas da unidade, dizendo que “teremos que realizar uma série de testes para expandir o certificado de tipo e poder começar, no final deste ano, com as entregas dos primeiros dispositivos para a Rossiya”.

Daniil Brenerman, diretor-geral do departamento de design de Yakovlev encarregado do desenvolvimento da aeronave, disse que o voo de Zhukovsky para Yakutsk passou sem comentários. No programa de teste de baixa temperatura, ele indicou que “os testes de solo e voo durarão aproximadamente três semanas. A aeronave ficará estacionada ao ar livre por 12 horas à tarde e à noite, e durante a manhã serão realizados os testes.”

O avião está sendo pilotado por pilotos de teste da 1ª classe da OKB im. A.S. Yakovleva, Oleg Mutovin e Andrey Voropaev.

Os testes da aeronave MC-21-300 serão realizados como parte da extensão do certificado de tipo, que atualmente permite a operação da aeronave em uma temperatura do ar externo próximo ao solo de -30°C. Anteriormente, os sistemas de aeronaves eram testados com sucesso em bancadas de teste em temperaturas de até 55°C negativos.

Também em Yakutsk, serão realizadas reuniões de trabalho da delegação da PJSC Irkut Corporation com os chefes da administração da república, o Ministério dos Transportes da república e a Yakutia Airlines sobre questões de operação de aeronaves civis na região.

O Ministro dos Transportes e Instalações Rodoviárias da República, Vladimir Sivtsev, observou: “A República de Sakha (Yakutia) é uma região enorme na qual a aviação é o principal meio de transporte, proporcionando comunicação durante todo o ano entre os assentamentos. Estamos interessados ​​em cooperar com a Irkut Corporation para garantir a operação de aeronaves produzidas no país, inclusive como parte de uma única companhia aérea do Extremo Oriente.”

As condições naturais e climáticas da república permitem testar equipamentos de aviação em baixas temperaturas. No aeroporto de Yakutsk, as aeronaves Superjet 100, Il-96 e Be-200, bem como aeronaves Airbus e Boeing, já foram testadas.

Leia mais:

Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias