Milhões foram retirados da Avianca Brasil dias antes da Recuperação Judicial

Poucos dias antes da Avianca Brasil entrar em Recuperação Judicial, milhões de dólares foram repassados ao exterior, afirma jornal.

Avião Airbus A320 Avianca
A320 da Avianca

As informações foram divulgadas pelo blog Capital do jornal O Globo, citando diligência feita pela Alvarez & Marsal, que é a administradora judicial da empresa e que agora cuida da falência da mesma.

A Avianca Brasil pediu Recuperação Judicial (RJ) em 11 de dezembro de 2018, dias após surgirem as primeiras informações sobre o não-pagamento do leasing de suas aeronaves, que poderiam ser apreendidas.

Inicialmente a empresa negou que estaria para entrar em RJ, afirmando que os problemas com os lessores eram parte de uma renegociação normal. Porém, dias depois entrou com o pedido e as aeronaves começaram a ser retomadas, já que a Convenção da Cidade do Cabo permite que os aviões não fiquem sob a tutela de proibição de reintegração de posse durante uma RJ.

Agora, segundo a diligência da Alvarez & Marsal, $12 milhões de dólares (R$46,5 milhões de reais pela cotação da época) foram enviados para a Synergy Aerospace.

A Synergy Aerospace é o braço aéreo do grupo Synergy de Germán e José Efromovich. Baseado na Colômbia, esta divisão controlava a Avianca Brasil, Avianca Holdings (Colômbia), Synerjet e a DIGEX.

“Por se tratar de empresa do mesmo grupo, assim como ter sido realizado às vésperas do pedido de recuperação judicial, sem fundamento identificado pela Administradora Judicial até o presente momento e sem resposta da Falida ou da mutuaria à notificação enviada, entende-se presente, em tese, a possibilidade de caracterização da conduta prevista nos artigos 168 e 173 da Lei 11.101/05”, afirma a Alvarez & Marshal.

Estes artigos tratam de fraudes relacionadas a credores, como os donos/administradores sabendo de algo prestes a acontecer, se movimentam para serem menos prejudicados ou inclusive lucrarem.

De 2018 até hoje, nenhum dos credores e funcionários da Avianca Brasil receberam o dinheiro devido. Inclusive os irmãos Efromovich tiveram prisão decretada em outro caso, mas irão cumprir em liberdade devido à idade avançada.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Martins
Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

O avião criado para jamais ser usado, mas que está de...

0
Recentemente, no dia 28 de julho de 2022, pousou na Base Aérea de Brasília o Boeing E-4B Nightwatch, uma variante do versátil Boeing 747