Início Controle de Espaço Aéreo

Novo procedimento de descida de aviões dos EUA está economizando muito combustível

Foto ilustrativa – Imagem: Inframerica

Os procedimentos de descida que a Administração Federal de Aviação (FAA) do Departamento de Transportes dos EUA implementaram em todo o país em 2021 economizarão milhões de galões de combustível e reduzirão o CO₂ e outras emissões em centenas de milhares de toneladas. 

As 42 novas Descidas de Perfil Otimizado (OPDs) permitem que os aviões desçam direto e com segurança de altitudes de cruzeiro para o espaço aéreo de alguns dos maiores aeroportos do país, em vez do procedimento de descida “em escada” que consome mais combustível.

“Esses novos procedimentos de descida eficientes economizam combustível e reduzem drasticamente as emissões, aproximando-nos de nossa meta de emissões líquidas zero da aviação até 2050”, disse o secretário de Transportes dos EUA, Pete Buttigieg.  

Para cada grupo de descidas usadas em um aeroporto, a FAA estima que é economizada anualmente uma média de 2 milhões de galões de combustível e 40 milhões de libras de emissões. Isso equivale a eliminar o consumo de combustível e as emissões de CO₂ de 1.300 voos de Boeing 737 de Atlanta a Dallas.

“Quando multiplicamos o impacto por milhares de voos, obtemos economia real de combustível e benefícios ambientais reais”, disse o administrador da FAA, Steve Dickson.

Em 2021, a FAA implementou OPDs para os aeroportos de Dallas-Ft. Worth, de Fort. Lauderdale-Hollywood, Harry Reid em Las Vegas, Lakehurst Maxfield em Nova Jersey, Love Field em Dallas, Miami, North Las Vegas Airport, Orlando, Port Columbus, Portland Jetport e vários outros de médio porte.

Descida de Perfil Otimizado – Imagem: FAA

Sob os procedimentos tradicionais de descida em escada, as aeronaves nivelam repetidamente e aumentam a potência dos motores. Isso queima mais combustível e exige que os controladores de tráfego aéreo emitam instruções em cada etapa. Com descidas otimizadas, as aeronaves descem da altitude de cruzeiro para a pista em um caminho suave e contínuo com os motores quase em marcha lenta. 

Desde 2014, a FAA também desenvolveu procedimentos OPD em aeroportos de Atlanta, Charlotte, Cleveland, Denver, Detroit, Houston, norte da Califórnia, sul da Califórnia e Washington, DC. Mais procedimentos OPD serão adicionados em 2022.

A FAA emprega um número crescente de novos procedimentos de voo que usam menos combustível e reduzem o ruído. Isso inclui iniciativas NextGen, como Navegação Baseada em Desempenho (PBN). Esses procedimentos trazem mais precisão às rotas e resultam em menos queima de combustível e redução nas emissões de gases de efeito estufa.

Informações da FAA

Leia mais:

Sair da versão mobile