Início Empresas Aéreas

Novo turboélice da Embraer não está “congelado” e será lançado ainda este ano

O novo turboélice da Embraer, que marca a próxima geração de aviões brasileiros, não foi parado completamente e será lançado ainda este ano, afirmou um executivo da fabricante.

Apelidado pelo mercado como “TPNG”, ou Turboélice de Nova Geração, em inglês, o novo avião da Embraer deverá ter fuselagem similar a dos consagrados E-Jets da empresa, que são o seu principal produto. A diferença estará na asa que tem menor enflechamento e nos motores, que ficarão na parte traseira da aeronave e serão turboélices, e não turbofans.

Durante a feira Farnborough, em julho do ano passado, a Embraer afirmou que tinha mais de 250 intenções de compra para o modelo, inclusive de clientes da América Latina, sem dar mais detalhes. Mas o projeto acabou tendo um revés no final do ano, quando a fabricante parou seu desenvolvimento, após os potenciais fornecedores dos motores não apontarem uma solução de curto prazo para o que a fabricante brasileira espera dos propulsores.

Apesar das interrogações pelo caminho, o CEO da Embraer Aviação Comercial, Arjan Meijer, deu mais detalhes esta semana e anunciou que, apesar da parada, a empresa quer lançar o avião ao mercado ainda este ano.

“Não está congelado, queremos lançar ele em 2023, mas precisamos de mais tempo com os fornecedores dos sistemas”, afirmou o executivo à FlightGlobal. A aparente ideia da Embraer é lançar o modelo e não passar por problemas durante a pré-produção e também na produção, algo que a Boeing tem enfrentado muito nos últimos anos, trazendo um prejuízo imenso com dano à imagem da companhia.

Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A