Objeto na pista de Los Angeles atinge Boeing 747 na decolagem e pneus estouram

Um Boeing 747 teve que abortar sua decolagem em alta velocidade após atingir um objeto na pista do aeroporto de Los Angeles, nos Estados Unidos, um dos mais movimentados do mundo.

Avião Boeing 747-400F Pacific Air Cargo
Boeing 747-400F – Imagem: Pacific Air Cargo

O Boeing 747-400 da empresa aérea de cargas norte-americana Kalitta, registrado sob a matrícula N703CK e voando sob as cores da Pacific Air Cargo, realizaria o voo de número K4-368 de Los Angeles para Honolulu, no Havaí, com 7 tripulantes.

O Jumbo cargueiro estava acelerando durante a partida da pista 25R de Los Angeles, por volta das 03:06 no horário local (08:06 de Brasília) da última segunda-feira (03), quando a tripulação abortou a decolagem em alta velocidade (cerca de 110 nós) após colidir com um objeto.

A aeronave diminuiu a velocidade e parou na pista, e a tripulação relatou ao controlador de voo que havia graves danos ao Boeing 747 depois de atingir algo grande na pista. Os pilotos estavam considerando evacuar a aeronave ali mesmo, então solicitaram assistência para verificar quais os danos e se havia fogo.

Avião Boeing 747-400 Atingiu Lixeira Pista Los Angeles
O Boeing 747 após o incidente e veículos de emergência parados em sua frente

A torre de controle relatou que notou apenas fumaça excessiva saindo do nariz enquanto o Jumbo diminuía a velocidade. Os serviços de emergência dirigiram-se à pista e encontraram uma grande lixeira, que havia sido lançada na pista por fortes ventos que atingiam o aeroporto no momento.

Uma avaliação da aeronave descobriu que os dois pneus do trem de pouso do nariz explodiram como resultado do impacto. Não foram divulgadas informações adicionais sobre como se deu a retirada do Boeing 747 da pista, e o N703CK não decolou novamente até o momento da publicação dessa matéria, segundo dados do FlightRadar24.

A Kalitta Air é a mesma empresa que na semana passada fretou um de seus Jumbos para o governo dos Estados Unidos evacuar cidadãos de Wuhan. O cargueiro precisou de uma adaptação para poder transportar pessoas com segurança em seu interior. Veja os detalhes na matéria seguir, ou confira mais abaixo o vídeo que flagrou um 747 cargueiro quase raspando seus motores no chão em um pouso com fortes ventos.

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Polícia Federal sequestra 18 aeronaves ao deflagrar operação contra o tráfico...

0
Na investigação, constatou-se que os criminosos se valiam principalmente de aeronaves para a internalização em território nacional de drogas.