Início Aeroportos

Para a CCR, dois aeroportos no Sul do Brasil podem ter mais 8 voos cargueiros da Europa e EUA

Boeing 777F da alemã Lufthansa, um dos cargueiros que voam regularmente ao Sul do Brasil

Durante a próxima semana, entre 30 de agosto e 1º de setembro, acontecerá na Expoville, em Joinville (SC), a maior feira de logística e negócios multimodais do Sul do Brasil, a Logistique. E a CCR Aeroportos, que opera 20 aeroportos no Brasil e na América Latina, informa que participará, destacando quatro terminais da região.

A empresa vai apresentar oportunidades de negócios de carga aérea nos aeroportos onde atua, em especial, nos do Paraná (Curitiba e Foz do Iguaçu) e de Santa Catarina (Navegantes e Joinville), principais hubs logísticos da Região Sul.

Atualmente, a CCR Aeroportos opera com terminais de carga aérea internacional em Curitiba, Foz do Iguaçu, Navegantes, Joinville, Goiânia, São Luiz, Teresina e Petrolina. Já a carga nacional é movimentada em 15 aeroportos da companhia, pelas próprias empresas aéreas que neles operam. Especificamente no Sul do país, a CCR Aeroportos afirma que dialoga com todo o trade para aumentar a malha cargueira na região.

Entre os principais produtos transportados pelos aeroportos administrados pela Concessionária estão peças da indústria automotiva, maquinários e de tecnologia com alto valor agregado, sensíveis ao transit time, segmentos onde a demanda atual já supera a do período pré-pandemia.

Maria Fan, Gerente Executiva de Carga da CCR Aeroportos, comenta que a empresa está trabalhando para proporcionar maior agilidade ao transporte de cargas destinadas ao Paraná e Santa Catarina, onde há potencial para novas rotas de voos internacionais, seja de cargueiros ou no porão das aeronaves de passageiros.

“Na Logistique, vamos apresentar as soluções da CCR Aeroportos que possibilitam a expansão do transporte aéreo de cargas, contribuindo para a geração de novos negócios e para o fortalecimento da economia regional, e do Brasil como um todo”, diz a Gerente Executiva.

Ainda de acordo com Maria Fan, há um notável desenvolvimento da infraestrutura aérea em todo o país, principalmente na região Sul, que tem localização estratégica.

“Com um ritmo forte de aperfeiçoamento tecnológico e disponibilidade de recursos, os aeroportos estão cada vez mais preparados para aumentar a participação no transporte de mercadorias por via aérea, e em combinação com as vias rodoviária e marítima”, afirma.

Localizações estratégicas para mais voos

Segundo a concessionária, em Santa Catarina o Aeroporto Internacional de Navegantes, no Vale do Itajaí, tem potencial para receber três voos semanais diretos originados nos EUA e na Europa.

No Paraná, a CCR Aeroportos destaca o potencial do Aeroporto Internacional de Curitiba. Segundo a empresa, a quantidade de voos cargueiros atuais e de material transportado pode ser dobrada no aeroporto, resultando na nacionalização de 100% das mercadorias destinadas ao estado.

Atualmente, a malha tem seis frequências semanais: dois voos diretos entre aeroportos europeus e Curitiba, e quatro voos diretos entre EUA e a capital paranaense.

Para a CCR Aeroportos, o incremento de mais dois voos semanais entre a Europa e Curitiba, e de mais três entre os EUA e Curitiba, adicionaria importações aéreas importantes para o estado paranaense, que são atualmente nacionalizadas em outros estados.

Informações da Assessoria de Imprensa da CCR Aeroportos