Paraguai passa a exigir vacina de febre amarela para brasileiros

A LATAM Airlines Brasil informa que, desde 10 de maio de 2019, o Ministério da Saúde Pública do Paraguai passou a exigir o Certificado Internacional de Vacinação contra Febre Amarela de todos os passageiros com mais de um ano de idade e que estejam viajando entre o Brasil e Paraguai (origem ou destino). 

Avião Airbus A320-200 LATAM Airlines

O Certificado deve ser apresentado no aeroporto de origem comprovando que o passageiro tenha tomado a dose da vacina com, pelo menos, dez dias de antecedência da data da viagem ao Paraguai. Se isso não acontecer, o cliente não poderá embarcar.  

Atualmente alguns países exigem certificado de vacinação contra a febre amarela (que pode ser obtido na ANVISA mais próxima): Colômbia, Peru, Moçambique, Bolívia, Venezuela, Panamá, Cuba, África do Su, Vietnã, China e Malta. Para conexões curtas de até 6 horas sem sair da área de embarque normalmente não é exigido, favor conferir caso a caso.

Em caso de dúvidas, os clientes podem entrar em contato com o Call Center da LATAM pelos telefones 4002-5700 (nas capitais) ou 0300-570-5700 (nas demais localidades do Brasil).

Pela Assessoria de Imprensa da LATAM

Carlos Martins
Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias