Início Variedades

Passageira é amarrada pelos pés, após atacar os comissários de bordo durante voo nos EUA

Imagem: Spirit Airlines

Uma passageira precisou ser contida a bordo de um voo da empresa aérea americana Spirit Airlines, após ter atacado dois comissários de bordo durante um voo de Fort Lauderdale a Nashville. Como resultado, ela acabou amarrada pelos pés com ajuda de outros passageiros.

Como informa a revista Newsweek, com base em informações de um processo judicial aberto em novembro, a polícia do aeroporto de Nashville prendeu uma mulher de 42 anos por importunação pública após a tripulação pedir intervenção das autoridades no caso.

Quando o avião chegou, membros da tripulação relataram aos oficiais que a mulher parecia transtornada e atacou dois comissários de bordo, socando um e puxando o cabelo de outro. Para que fosse contida, outros passageiros intervieram e ajudaram a amarrar seus pés usando uma espécie de lacre, dizia o documento do tribunal.

Testemunhas também relataram que a mulher cheirava a álcool, falava de maneira arrastada e seus olhos estavam estranhos. Ela disse aos policiais, em depoimento após o desembarque, que bebeu muito antes do voo.

Depois que a polícia a prendeu, ela gritou com os policiais em várias ocasiões, usando palavrões e dizendo “eu não fiz nada de errado” e “atirem em mim”, de acordo com o depoimento. A passageira também resistiu em entrar na viatura, inclusive endurecendo as pernas para evitar que os policiais fechassem a porta.

Os casos de passageiros que perturbam os voos seguem altos nos EUA e em todo o mundo. No caso dos norte-americanos, multas pesadas, de milhares de dólares, estão sendo colocadas em quem infringir as regras básicas de convivência. Nesse caso, em específico, o voo não precisou ser desviado, a despeito de tantos outros casos recentes.

Sair da versão mobile