Passageiro é preso após ameaçar e agredir comissários da Latam em voo para Fortaleza

Airbus A320 da Latam

A Polícia Federal prendeu em flagrante um passageiro de 42 anos na manhã da última segunda-feira (20), no Aeroporto Internacional de Fortaleza – Pinto Martins, após um desentendimento a bordo de um Airbus A320, registrado sob a matrícula PR-XBF da Latam.

O flagrante aconteceu após desembarque do passageiro de voo oriundo de São Paulo, por volta das 2h da manhã, sendo constatado indícios de que o homem havia ameaçado e agredido comissários de bordo durante o voo e que suas atitudes teriam afetado a segurança dos demais passageiros.

O acusado é professor do curso de direito da Universidade Federal do Ceará (UFC) e ocupa cargo de assessor especial do gabinete do reitor da UFC, Cândido Albuquerque. Ele negou o crime em interrogatório na PF, mas acabou indiciado por atentado contra a segurança de transporte aéreo, conforme o artigo 261 do Código Penal Brasileiro, e está à disposição da Justiça Federal.

Conforme o artigo 261, “expor a perigo uma aeronave, própria ou alheia, ou praticar qualquer ato tendente a impedir, ou dificultar a navegação aérea”, pode levar a uma pena de reclusão de dois a cinco anos.

Em nota, a Latam comentou que solicitou reforço da Polícia Federal para realizar o desembarque de um passageiro desordeiro que viajava no voo JJ-3084, que havia partido do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. A companhia ainda informou que realizou todos os procedimentos previstos para tal situação e que a aeronave pousou sem intercorrências.

Leia mais:

Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias