Petição é aberta nos EUA para que comissários sejam pagos pelo embarque dos voos

A forma de pagamento dos comissários de voo nos EUA pode mudar em breve com uma petição que já tem mais de 100 mil assinaturas.

Divulgação – jetBlue

A petição, aberta pela Associação de Comissários dos EUA, pede para que os funcionários sejam pagos também pelo tempo de embarque, que é uma das partes que exige maior esforço dos tripulantes.

Nos EUA, os comissários, assim como pilotos, têm sua jornada de trabalho contabilizada no esquema chamado “calço a calço”, ou seja, desde que o avião fecha as portas, se retiram os calços, ele é empurrado até quando ele chega no destino, desliga os motores, os calços são colocados e as portas abertas.

No entanto, para fins de pagamento de horas, o tempo começa a ser contado a partir do acionamento do primeiro motor e é interrompido ao corte do último motor.

Caso a mudança seja feita, e o cálculo das horas para pagamento seja considerado desde o embarque, significará um aumento no salário dos comissários, e consequentemente um aumento da folha de pagamento das empresas.

Os criadores da petição não informaram para quem irão entregar as assinaturas para que a mudança seja na legislação e convenção coletiva sejam feitas, mas o clima é descontentamento com a forma como a remuneração é calculada atualmente.

Carlos Martins
Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Concessionária do aeroporto de Sorocaba-SP doa uma praça nos arredores do...

0
A iniciativa faz parte do programa de sustentabilidade da empresa, que visa apoiar projetos sociais nas regiões em que a concessionária atua.