Piloto briga contra o vento em decolagem registrada em vídeo no aeroporto de Guarulhos

Reprodução SBGR Live (vídeo abaixo)

Voar sob as mais variadas condições de vento faz parte da essência da profissão de piloto, que aprende desde as primeiras decolagens a contrapor a força da natureza a fim de manter o voo em seu curso esperado.

Para passageiros e observadores, as imagens de aviões voando “de lado” podem impressionar, mas o mais provável é que não passe disso, já que o piloto de um voo comercial apenas decolará ou pousará se a condição for segura.

Uma dessas cenas, bastante interessante, foi registrada no aeroporto de Guarulhos em 7 de julho, pela câmera do canal SBGR Live no Youtube. Filmando as decolagens, que ocorriam pela pista 09L (esquerda), o grupo captou um ATR 72-600 da Passaredo decolando com um vento cruzado, que obrigou os pilotos a acertarem o trajeto enquanto a aeronave corria na pista e após a decolagem.

O vídeo está disponível logo abaixo (esperar carregar).

O que faz o avião voar de lado

Nessas ocasiões, não são os pilotos que apontam a aeronave para o lado, mas a aeronave faz isso automaticamente por ser projetada com uma certa estabilidade direcional. Assim, quando o fluxo de ar atinge uma aeronave pela lateral, ela imediatamente tenta eliminar o arrasto extra causado pelo vento e se alinhar com o fluxo de ar.

O maior fator contribuinte para a estabilidade direcional é o estabilizador vertical, preso à cauda da aeronave. Então, por exemplo, se o vento vem da esquerda, o ar atinge o estabilizador pela esquerda, gerando uma força de sustentação que atua através do centro de gravidade da aeronave para apontá-la para o fluxo de ar. Neste caso, apontará o nariz da aeronave para a esquerda.

Foi exatamente isso o que os pilotos do voo 2264 da Passaredo (Voepass) enfrentaram naquele dia, ao decolar da 09L com um vendo de cerca de 360 graus (isto é, vindo por sua esquerda). A velocidade do vento, de até 15 nós (ou 28 km/h) por sua vez, fez balançar o ATR, embora não houvesse risco na operação.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Avião sobrevoa a pista mas não pousa porque os pilotos estavam...

0
Um caso grave deu-se na Ethiopian e poderia ter causado um acidente, quando um Boeing 737 não pousou pelo fato dos pilotos estarem dormindo.