Piloto da Azul passa mal a 39 mil pés e aeronave retorna à origem

Um incidente com um piloto a bordo de uma aeronave da Azul Linhas Aéreas foi registrado recentemente no sistema do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), no qual o tripulante teve problemas de saúde a bordo e o voo precisou retornar à origem.

O caso aconteceu na tarde do último sábado, dia 9 de outubro, no voo AD-4433, um serviço regular de passageiros que parte de Belém, no Pará, para a cidade de Recife, em Pernambuco. O voo era realizado com o Airbus A320neo registrado sob a matrícula PR-YYC.

Airbus A320neo da Azul Linhas Aéreas, semelhante ao envolvido na ocorrência

De acordo com as informações do banco de dados do CENIPA, a aeronave decolou do Aeroporto Internacional de Belém com 140 passageiros e 6 tripulantes, no entanto, durante o voo de cruzeiro, o primeiro-oficial, comumente chamando de copiloto, sentiu-se mal a bordo.

Os dados abaixo, obtidos através da plataforma de rastreio de voos FlightRadar24, mostram a aeronave realizando uma curva de volta ao aeroporto de partida, após pouco mais de uma hora de voo, quando já a 39 mil pés de altitude (cerca de 11,9 km).

Trajetória da aeronave – Imagem: FlightRadar24

Com isso, o comandante do voo decidiu que o melhor a ser feito era retornar ao aeroporto de origem, mas sem a necessidade de declarar emergência. A aeronave pousou em Belém após pouco mais de duas horas de voo.

Tendo ficado cerca de uma hora e meia em solo, a aeronave com a mesma matrícula decolou novamente do aeroporto em Belém e realizou o voo sem mais intercorrências, chegando ao Recife às 22h54, horário local. O estado de saúde do copiloto não é conhecido.

No título abaixo, relembre outra ocorrência parecida, na qual o copiloto ficou incapacitado em um voo da Azul e um passageiro especial que estava a bordo auxiliou o comandante a realizar o pouso:

Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias

Investimento em obras de ampliação deve dobrar capacidade do aeroporto de...

0
Concedido à iniciativa privada na sexta rodada de concessões aeroportuárias, em abril de 2021, o aeroporto de Boa Vista (RR)