Início Acidentes e Incidentes

Piloto faz pouso de emergência no Paraná, volta para buscar o avião e vai preso

Um pouso de emergência no Paraná acabou sendo o último para um piloto, que foi preso quando foi retirar a aeronave após o acidente.

Imagem: Srđan Popović / CC BY-SA 4.0 via Wikimedia Commons

De matrícula PT-EUV, o avião é um bimotor a pistão modelo Seneca II, fabricado pela americana Piper, e o mais popular dos aviões bimotores privados no país. Ele está registrado no nome de Adriana Dias Ribeiro e foi fabricado em 1978, estando com a situação regular na ANAC.

O acidente ocorreu no dia 10 de abril, e segundo o piloto identificado como Wagner Palmeira, a aeronave apresentou uma pane no trem de pouso durante a aproximação, tendo que pousar com parte da fuselagem e asa no chão.

Apesar do problema, o avião conseguiu parar na pista e foi retirado dela para, depois, ser recolhido em um hangar. Ninguém ficou ferido e o o caso teria sido dado como fechado, sem demandar uma investigação mais aprofundada.

No entanto, ontem (17) o piloto voltou ao aeroporto para buscar o avião, mas a Polícia Rodoviária Federal o esperava e o prendeu. Segundo os policiais, havia um mandado de prisão contra o piloto, emitido pela Justiça do Amazonas, referente ao Crime de Tráfico de Drogas.

Segundo o Portal da Cidade, o piloto foi encaminhado à delegacia e não foi relatado se ele ainda permanece preso. Veja abaixo o momento da retirada da aeronave da pista no último dia 10:

Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A
Sair da versão mobile