Piloto ficou incapacitado quando Boeing 737 se aproximava para o pouso

Cockpit de um Boeing 737 – Imagem ilustrativa: John Christian Fjellestad / CC BY 4.0, via Wikimedia Commons

Um incidente de incapacitação de piloto foi registrado nesta quarta-feira, 4 de agosto, durante a fase de aproximação para pouso de um Boeing 737 em voo comercial de transporte de passageiros.

Segundo informações do The Aviation Herald, a aeronave envolvida foi o Boeing 737-800 registrado sob a matrícula YR-BGL, operado pela companhia aérea romena TAROM, quando realizando o voo de número RO-362, que partiu de Amsterdã, na Holanda, para Bucareste, na Romênia.

Com 76 passageiros e 6 tripulantes, o jato estava se aproximando do Aeroporto Otopeni no destino, com o primeiro oficial, popularmente chamado copiloto, sendo o piloto que estava voando o Boeing 737, porém, ele passou a se sentir mal e a ter dor (não há maiores detalhes sobre esse aspecto).

O comandante então assumiu o controle da aeronave e continuou para um pouso seguro na pista 08R alguns minutos depois.

O voo aproximando-se do destino – Imagem: RadarBox

A companhia aérea informou que, de acordo com os procedimentos operacionais padrão, o comandante assumiu o controle da aeronave quando o primeiro oficial sofreu uma súbita doença e dor. Após um pouso seguro, o primeiro oficial recebeu assistência médica qualificada e foi levado a um hospital, e estava em condição estável.

Diante da ocorrência, vale mais uma vez relembrar que a incapacitação de um piloto não significa, necessariamente, uma perda completa de sentido, como um desmaio. Qualquer comportamento de falta de atenção ou concentração aos procedimentos, ou impossibilidade de cumpri-los como neste caso acima, também se constitui como incapacitação, e, a depender do momento e da situação, diferentes ações podem ser tomadas pelo piloto que permanece capacitado ao voo.

Para rever todos os aspectos e procedimentos relacionados a situações como esta, você pode revisitar nossa matéria com vídeo da piloto de Boeing 737 Tati Mônico clicando aqui ou no título a seguir:

Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias