Início Acidentes e Incidentes

Pilotos de A321 arremetem após van ocupar a pista e a torre de controle não ver

Avião Airbus A321neo A321LR TAP Air Portugal
Airbus A321 da Tap Air Portugal semelhante ao envolvido na ocorrência – Imagem: Kevin Hackert / CC BY-SA 2.0, via Flickr

Um grave incidente envolvendo um Airbus A321neo da TAP Air Portugal foi registrado na semana passada, no qual os pilotos do jato precisaram arremeter devido a um veículo na pista de pouso que não teria sido avistado pela torre de controle. A aeronave, registrada sob a matrícula CS-TJI, estava realizando o voo TP-1869, entre Lisboa e Ponta Delgada, em Portugal, no último dia 13 de maio, com 180 passageiros e 6 tripulantes a bordo.

De acordo com informações obtidas pelo The Aviation Herald, os pilotos foram autorizados a pousar na pista 30 do Aeroporto de Ponta Delgada, quando, já no flare (o chamado “arrendondamento” no pouso), um tripulante a bordo notou que uma van de cor branca ocupava o lado direito da pista, a cerca de 650 metros da cabeceira, logo após o último marcador de distância fixa.

Diante do fato, os pilotos iniciaram uma arremetida tardia e só então a torre de controle avistou o veículo na pista.

A aeronave subiu para 5 mil pés (cerca de 1,52 km) altitude, posicionou-se novamente para outra aproximação no aeroporto e pousou sem intercorrências. O veículo saiu da pista em alta velocidade após ser sobrevoado pelo Airbus.

Parte da trajetória da aeronave envolvida no incidente – Imagem: RadarBox

Dados acima obtidos através da plataforma RadarBox mostram parte da trajetória da aeronave envolvida no incidente. Nota-se que o jato ficou a poucos metros do solo antes da arremetida.

O Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAA) de Portugal informou que a separação estimada entre a aeronave e o veículo era 280 metros.

Uma análise inicial concluiu que a torre havia liberado a van, que estava encarregada de levar mantenedores para realizar trabalhos programados no sistema de ILS da pista 30, cerca de 30 minutos antes da aproximação do A321neo.

A ocorrência foi classificada como um incidente grave e está sendo investigada. 

Posições estimadas da aeronave e a van de acordo com o CCTV – Gráficos: GPIAA

Leia mais: