Início Acidentes e Incidentes

Pilotos pousam B737 em emergência após jato ter problemas de controle de voo

Imagem: FlightRadar24

Um Boeing 737-900 da Turkish Airlines, registrado sob a matrícula TC-JYF, apresentou problemas quando estava realizando o voo TK-1030 de Sofia, na Bulgária, para Istambul, na Turquia, no último domingo, 6 de fevereiro, conforme detalhes que você acompanha a seguir nesta matéria sobre o incidente.

Boeing 737-900 da Turkish – Imagem: Alec Wilson / CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

Segundo as informações apresentadas pelo The Aviation Herald, o jato decolou da pista 27 do aeroporto de Sofia e estava no início de sua jornada quando os pilotos declararam emergência e relataram problemas de controle de voo, interrompendo a subida a menos de 6000 pés (1.800 metros) de altitude. Eles pediram ao controlador de tráfego aérea a volta para Sofia.

A trajetória do voo do Boeing 737 – Imagem: RadarBox

O controlador questionou-os sobre a velocidade indicada, ao que eles relataram 190 nós (350 km/h), e perguntou se eles eram capazes de pilotar a aeronave, ao que eles responderam positivamente.

O controlador avisou que eles pousariam pela pista 09 (ele mencionou várias vezes a pista 27, corrigindo-se instantaneamente) e vetorizou a aeronave para a aproximação à pista 09.

A aeronave pousou com segurança em velocidade normal na pista 09 cerca de 15 minutos após a partida. Quando questionado pelo controlador após o pouso, os pilotos informaram novamente que havia problemas de controle de voo, mas sem dar mais detalhes.

O voo foi cancelado e a aeronave permaneceu no solo por cerca de 22 horas antes de se posicionar de volta a Istambul, onde fica a principal base operacional de Turkish Airlines.

O Boeing 737-900 permaneceu no solo em Istambul por mais cerca de 8 horas (durante a noite) e retomou o serviço na manhã da terça-feira, 8 de fevereiro, fazendo dois voos sem novos relatos de problemas até o momento da publicação desta matéria.

Sair da versão mobile